28 de setembro de 2020
Campo Grande 34º 24º

Fronteira

Operação prende dois e cumpre 23 mandados de busca na fronteira

Dinheiro, armas, munições e joias são alguns dos materiais apreendidos; homens foram presos por tráfico de drogas

Duas pessoas foram presas em flagrante e 23 mandados de busca e apreensão cumpridos, na manhã desta quinta-feira (21), em seis cidades de Mato Grosso do Sul, durante a segunda fase da Operação Fronteira Segura Sul, em 2019. Dinheiro, armas, munições e joias são alguns dos materiais apreendidos. 

Resultado do trabalho em conjunto entre equipes das forças de segurança pública federal e estadual, a ação cumpriu mandados nas cidades de Naviraí, Eldorado, Mundo Novo, Japorã, Iguatemi e Itaquiraí.

 
Dois presos por tráfico de drogas em municípios da região sul do Estado (Foto: Divulgação)
Dois presos por tráfico de drogas em municípios da região sul do Estado (Foto: Divulgação)
 
Outros itens apreendidos durante cumprimento de mandados de busca e apreensão (Foto: Divulgação)
Outros itens apreendidos durante cumprimento de mandados de busca e apreensão (Foto: Divulgação)
 

Conforme o coronel Edimilson de Oliveira Ribeiro, secretario do Gabinete de Gestão Integrada de Fronteira e Divisas, as duas prisões foram resultado de flagrante por tráfico de drogas e aconteceram em Naviraí e Mundo Novo.

Até o momento, não foi divulgado o total em dinheiro apreendido. Além de cédulas, armas e munições, joias, chips de celular, rádios comunicadores e drogas foram apreendidas.
Além dos mandados expedidos e apreensões, a fiscalização realiza ações contra foragidos da Justiça, blitz de trânsito nas principais ruas e avenidas, assim como bloqueios estratégicos nas estradas vicinais, rodovias estaduais e federais.

Conforme a Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública), a ação tem por objetivo reduzir os índices de criminalidade nas áreas urbanas, assim como o combate de crimes cometidos por meio das estradas que cortam o Estado, chegando aos grandes Centros do país.

“Estão sendo realizadas ações de inteligência, fechando o cerco em cima crimes fronteiriços”, ressalta Edimilson. Esta é a segunda edição do ano, tendo a primeira sido realizada no mês de abril.