01 de outubro de 2020
Campo Grande 41º 22º

'Tribunal do crime'

Pintor é salvo pela PM após ser condenado pelo 'tribunal do crime' em Sidrolândia

Líder de facção criminosa na cidade teria dado o 'veredito'

O pintor Ronildo Franco Soares foi salvo pela Polícia Militar, depois de ser condenado à morte pelo ''tribunal do crime'' de uma facção criminosa que tem ramificação em Sidrolândia. O homem, que é viciado em crack, seria executado pelos criminosos, entre eles dois adolescentes.

Conforme o Região News, Ronildo foi acusado pelos criminosos de sumir com duas porções de crack, que teriam sido escondidas na Praça Tancredo Neves, no bairro São Bento, ponto de consumo de drogas.

O criminoso responsável por dar a sentença de morte seria Renato Souza Silva, conhecido como ''óclinhos'', suposto líder da facção na cidade. A adolescente de 15 anos teria ligado para Oclinhos, que está preso, e fez uma "videoconferência" com os seus "soldados" que lhe repassaram o ''veredito''.

A partir de então, os cinco suspeitos cercaram a vítima e passaram a agredi-la com socos e pontapés, na noite do último domingo (21). Ainda segundo o Região News, com a chegada da Polícia Militar, o grupo se dispersou, mas os adolescentes foram apreendidos e três adultos presos.