13 de agosto de 2022
Campo Grande 30º 15º

NOVELA | PANTANAL

Remake: novela mostra Pantanal "seco" coberto de poeira e gado; vídeo

Regravada em MS, sucesso de Benedito Ruy Barbosa se depara com os efeitos do homem em 30 anos

A- A+

O prefil do Instagram da novela remake Pantanal, sucesso original da Rede Manchete exibida de 27 de março – 11 de dezembro de 1990, que está sendo escrita novamente pelo neto de Benedito Ruy Barbosa, Bruno Luperi, divulgou nesta quinta (28.out.21) as primeiras imagens mostrando um Pantanal "seco", coberto de poeira e gado.  

O ator Marcos Palmeira, que esteve na primeira versão, postou um vídeo nas redes sociais abismado com o bioma, completamente diferente, visto em 2021. Após 30 anos, o ator veio a Mato Grosso do Sul para viver José Leôncio, no remake da novela. "É muito louco voltar aqui 30 anos depois e ver a fazenda, de uma certa forma mantida a sede, mas são 30 anos de muita seca, muito desmatamento. Fica mais fácil para perceber a interferência humana de uma forma muito clara", comentou o artista. 

Não é para menos. O Pantanal é considerado a maior planície úmida do planeta, que agora conforme as imagens revelam está "subnutrido das águas". Veja o "teaser" da novela que será exibida na TV Globo em 2022 (canal 205 da SKY TV), abaixo: 

O MapBiomas (uma iniciativa do SEEG/OC - Sistema de Estimativas de Emissões de Gases de Efeito Estufa do Observatório do Clima), formulou uma comparação, entre duas cheias que tiveram no Patanal, no período que compreende as duas filmagens da novela. No ano de 1989, uma cheia cobriu 5,9 milhões de hectáres do Pantanal. Em 2018, numa cheia registrada no bioma, foram cobertos por água apenas 4,1 milhões de hectáres, o que mostra uma "secagem" de 29%, segundo a série histórica de imagens de satélite analisadas pelo MapBiomas

Em 2020, a área que recebeu água foi apenas 1,5 milhões de hectares, considerado o menor nos últimos 36 anos.

Qunto mais seco fica, mais vulnerável ao fogo está o bioma pantaneiro. Segundo a MapBiomas, somente os períodos úmidos favorecem o desenvolvimento de plantas herbáceas, arbustivas, aquáticas e semi-aquáticas, que acumulam biomassa, que poderiam impedir o avanço de focos. No período seco, porém, a vegetação pantaneira seca vira combustível para o fogo.

Em 2020 foram mais de 2,3 milhões de hectares queimados, desde 1985 esse valor só é menor do que a área queimada de 1999, com 2,5 milhões de hectares.

Entre 1985 e 2020 cresceu em 261% a atividade humana no Bioma (uso antrópico). Nesse período, a área de pastagens na Bacia do Alto Paraguai dobrou, de 15,9% em 1985 para 30,9% em 2020.

A agricultura, por sua vez, quadruplicou, passando de 1,2% em 1985 para 4,9% em 2020. Já a formação savânica, caiu de 24,4% em 1985, para 18% em 2020. Em 2020, 40% da Bacia do Alto Paraguai possui uso agropecuário.

Durante o vídeo em que analisava sua volta ao Bioma, o ator Marcos Palmeira comentou que espera que a novela sensibilize sobre a importância de conservação do Pantanal. "Tenho certeza que a gente vai tocar no coração das pessoas, que é o que a gente quer. Viva o Pantanal! Vamos nos preocupar de verdade em preservar o pouco que ainda temos e que ao mesmo tempo ainda pode ser muito se a gente começar a cuidar agora", disse. Veja a análise completa do ator abaixo: