25 de outubro de 2020
Campo Grande 32º 22º

COVID-19

Tebet e Rose Modesto podem ter contraído vírus de Nelsinho Trad

Senado em alerta e todos os parlamentares devem fazer o teste; Davi Alcolumbre (DEM-AP) testa negativo ao coronavírus

O MS Notícias adiantou ontem (13, março) que o Senador Nelsinho Trad (PSD) estaria realizando teste para ver se estava infectado pelo COVID-19, o novo coronavírus. O próprio parlamentar confirmou hoje (14, março) que seu teste deu positivo ao vírus. A suspeita  agora é que duas personalidades políticas da Capital, a senadora Simone Tebet (MDB) e a deputada federal Rose Modesto (PSDB), podem ter contraído o vírus, pois, segundo informações iniciais, ambas encontraram Nelsinho em Brasília, na reunião de lideranças na última quarta-feira (11, de março), antes de ele realizar o teste.  

A assessoria de Tebet, informou que ela ainda não deu um retorno sobre a realização do exame. A priore estão mantidas as reuniões do Congresso e a senadora manteve a reunião da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a qual ela é presidente. "Todos os senadores teriam que fazer esse teste, segundo informações extra-oficias". 

Rose também esteve na sessão de quarta-feira (11, março), e deve adotar medidas, realizar os exames, no entanto, até antes do anúncio de positivo à Nelsinho segui agenda norma. "Assim como todos os parlamentares, o alerta veio depois", explicou assessoria da deputada. 

De Mato Grosso do Sul, a única que não esteve na votação da quarta-feira, foi a senadora Soraya Thronicke (PSL-MS). 

Nelsinho está isolado em sua residência, em Brasília, desde que o secretário de Comunicação da Presidência, Fábio Wajngarten, foi diagnosticado com o novo coronavírus (Covid-19). Trad e Wajngarten estavam na comitiva que viajou aos Estados Unidos da América (EUA) com o presidente Jair Bolsonaro no sábado (7) e retornou na terça-feira (10). O presidente e outros integrantes da comitiva testaram primeiro positivo, mas em um teste mais aprofundado testaram negativo ao vírus.  

A reportagem procurou a assessoria de Nelsinho, que informou que ele esteve no Congresso Nacional, antes de realizar o teste. "Participou de reuniões, com o Maia (Rodrigo Maia, presidente da Câmara), o Davi (presidente do Senado, Davi Alcolumbre), o ministro Mandetta, Guedes (Paulo Guedes, ministro da Economia)... Teve contato com metade do Congresso”, afirmou.  

O senado informou, por meio de sua assessoria, que as atividades legislativas continuam com sessão conjunta do Congresso Nacional convocada para a próxima terça-feira (17, março), às 11h. "Medidas de enfrentamento ao novo coronavírus estão sendo tomadas para preservar a saúde de parlamentares e servidores da Casa', diz a nota envia à imprensa. 

Importantes matérias constam na pauta de votação do Senado e da Câmara e precisam ser analisadas e votadas. Entretanto, o cenário está em constante acompanhamento e avaliação pela Presidência da Casa. A Presidência do Senado informou que o teste para o Covid-19 do presidente Davi Alcolumbre resultou negativo.

O vírus percorre pelo ar ou em contato direto com infectado. Nesse ângulo, levanta-se a suspeita às parlamentares, senadora Simone Tebet (MDB) e a deputada federal Rose Modesto (PSDB) que estiveram em Campo Grande e ambas encontraram com o senador em Brasília antes dele ficar isolado. 

"Embora sem nenhum dos sintomas do coronavírus, acabo de fazer o exame para o COVID- 19 . No Senado, passam  mais de 5 mil pessoas por dia. Prevenção é a melhor forma de nos protegermos e  de proteger as pessoas que têm contato conosco", disse a Senadora Simone Tebet.

 

*Matéria editada na segunda-feira, 16 de março, às 11h25 para acréscimo de resposta da senadora Simone Tebet.