05 de dezembro de 2021
Campo Grande 33º 23º

Porto Murtinho assume controle do aeroporto e Heitor anuncia melhorias

A- A+
Com pista asfaltada de 1.200 metros e localizado num dos municípios de referência da capacidade econômica de Mato Grosso do Sul, o aeródromo de Porto Murtinho - na fronteira com o Paraguai - receberá investimentos em infraestrutura de atendimento, logística interna, equipamentos de precisão e articulação efetiva com os sistemas locais e internacionais de fomento ao turismo e aos negócios. Este é o compromisso anunciado hoje (quarta-feira, 16), em Brasília, pelo prefeito Heitor Miranda dos Santos (PT), logo após a assinatura do termo de outorga do Aeroporto ao controle da Prefeitura Municipal. O ato, no gabinete do ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República, Moreira Franco, com a presença do senador Delcídio Amaral (PT-MS), do deputado estadual Paulo Corrêa (PR) e do vereador murtinhense Fábio Santos (PT).
Exultante com a conquista, Heitor reforçou o otimismo com os valores que serão agregados a partir da nova realidade que agora se instala. Pontuou que há obstáculos a serem superados e para isso conta com o comprometimento de parceiros estratégicos, entre os quas a bancada parlamentar e o governo estadual. Destaca ainda que pretende mobilizar os setores da sociedade civil interessados no desenvolvimento sustentável e no estímulo de novas matrizes econômicas no Estado, com a exploração dos potenciais de Porto Murtinho e região fronteiriça.
"Nossa prefeitura arrecada pouco e o próprio ministro Moreira Franco fez essa observação. Mas ele reconheceu o potencial do nosso Estado e da nossa região. Vamos buscar parceiros que tenham potencial para explorar o aeroporto, tanto para o turismo como para embarque e desembarque de cargas, de mercadorias", assinalou. O prefeito frisou também que o turismo ganha um item especial: "O aeródromo é fundamental porque Porto Murtinho é uma porta de entrada para os estrangeiros, além de Corumbá, Mundo Novo e Ponta Porã. Então, queremos transformá-lo no aeroporto do Mercosul, estimulando o ingresso de turistas para a região de Murtinho e de Bonito". O prefeito citou algumas cidades latino-americanas que se integrarão nesse novo mapa de visitações, como Assunção, no Paraguai; Corrientes e Salta, na Argentina; São Pedro de Atacama, no Chile, da região do deserto do Atacama, entre outras.
Na pauta comercial, o prefeito disse que o aeródromo completa a malha multimodal com as rodovias (como a BR-267) e a Hidrovia do Rio Paraguai para oferecer um cenário irresistível aos investidores dos diversos segmentos. "Temos um frigorífico em Murtinho e grandes produtores do Brasil produzem carne do lado paraguaio. Está em curso o incremento na relação comercial entre Brasil e Paraguai. Isso vai permitir trazer o gado do Paraguai para abatê-lo em Porto Murtinho e, a partir daí, exportar as partes consideradas carnes nobres", antevê Heitor.
Edson Moraes, especial para MS Notícias