30 de setembro de 2020
Campo Grande 40º 23º

Olarte pretende realocar catadores de lixo em cinco meses

O prefeito de Campo Grande Gilmar Olarte (PP) anunciou hoje que a prefeitura juntamente com a Solurb, consórcio que administra serviços de coleta e tratamento de lixo em Campo Grande, estão trabalhando para que em cinco meses os catadores de lixo possam começar a trabalhar na UTR (Usina de Tratamento de Resíduos) da Capital), que desde 2012 nunca saiu do papel."Tínhamos que cumprir uma determinação judicial, por isso estamos levando o lixo par o aterro até concluir a UTR, mas não há como alocar os catadores de lixo em outra área, pois não temos licença ambiental em outro terreno", afirma Olarte. O prefeito explica que em cinco meses, com a UTR concluída, os catadores poderão trabalhar e receber treinamento sobre reciclagem.  "Daqui cinco meses,  os catadores que quiserem voltar a trabalhar passarão por capacitação para começar a trabalhar com reciclagem", garantiu o prefeito. Saiba Mais Na última, sexta-feira, o juiz  da 1ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos, Amaury da Silva Kuklinski, ordenou o fechamento do lixão e determinou que seja feita a apuração de prejuízos ambientais causados pelo chorume e tratamento de esgoto na região do Dom Antônio. Também foi determinado pelo juiz que a perícia da Polícia Federal será responsável pela análise do solo e a prefeitura terá que criar área para não interromper o trabalho dos catadores. É justamente sobre esta área que Olarte disse não ser possípela falta de licença ambiental. Heloísa Lazarini e Dany Nascimento