06 de maro de 2021
Campo Grande 28º 19º

INVESTIMENTO

Parceira entre Prefeitura e Governo de MS pode por fim nos pontos alagamentos de CG

Um valor estimado em R$ 169 milhões prevê o fim de pontos de alagamentos  e mais mobilidade urbana, na Capital. Os recursos integram a segunda etapa do “Juntos Por Campo Grande – parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura Municipal, no pacote que contempla, além do recapeamento na avenida Bandeirantes,  obras importantes de mobilidade como a da avenida Cônsul Assaf Trad,  sentido ao Shopping Bosque dos Ipês, e avenida Tamandaré, que dá acesso à Universidade Católica Dom Bosco (UCDB).

A  Cônsul Assaf Trad, receberá  serviços de drenagem para acabar com os problemas de alagamentos próximos ao terminal Nova Bahia. A rua lateral àquela avenida também será pavimentada. A Rua Bahia terá o asfalto refeito e receberá um corredor de transporte coletivo. A licitação da empresa que fará o recapeamento está em fase final.

E para quem vai à UCDB haverá ainda uma nova opção de acesso que ajudará a ‘desafogar’ a avenida Tamandaré. O pacote de obras contempla a conclusão da pavimentação da Rua Marechal Câmara. A Universidade já inaugurou uma nova entrada para quem vier por aquela rua.

Segundo o reitor da UCDB, Pe. Ricardo Carlos, os investimentos beneficiarão cerca de 10 mil alunos e funcionários que diariamente frequentam a instituição: “A pavimentação da Rua Marechal Câmara concluirá a terceira via de acesso ao campus, desafogando consideravelmente o tráfego de veículos principalmente nos horários de entrada e saída das aulas, nos períodos matutino e vespertino. Aguardávamos por essa obra há muito tempo e tenho certeza de que toda população do entorno da faculdade será beneficiada”, disse.

De acordo com o  secretário municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Rudi Fiorese, as obras financiadas pela Prefeitura com a Caixa Econômica Federal só estão saindo do papel por conta do investimento do Governo do Estado, no valor de R$ 15 milhões, sendo R$ 9,7 milhões do PAC Pavimentação, R$ 3 milhões do PAC Mobilidade Urbana e R$ 2,3 de revitalização do Anhandui.“Conseguimos lançar essas obras graças à contrapartida do Governo do Estado. Se dependesse só dá Prefeitura não conseguiríamos aportar todos os recursos. Esperamos que novas parcerias sejam feitas para lançarmos mais obras na Capital”, disse Rudi.

Os bairros Jardim Anache e José Tavares estão sendo asfaltados. As obras têm prazo de conclusão de cerca de um ano. A Avenida Euler de Azevedo e as ruas Tenente Lira e do Seminário  continuarão recebendo obras de recapeamento.