20 de outubro de 2020
Campo Grande 30º 21º

Amarildo Cruz afirma que diretório nacional já sinalizou que não aceitará aliança com PSDB no Estado

Tudo indica que a vontade do PT (Partido dos Trabalhadores) de Mato Grosso do Sul de se unir ao PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira) não será aceita pelo diretório nacional, pois de acordo com o deputado estadual Amarildo Cruz (PT), as grandes lideranças já sinalizaram que este não é o melhor caminho. “As grandes lideranças deixaram claro já que essa aliança não poderá acontecer, precisávamos do aval da nacional para traçar essa aliança e isso não vai acontecer. Sem o aval não tem como fazer aliança”, afirma o deputado. Questionado sobre uma possível aliança branca entre os partidos no Estado, o deputado descarta essa possibilidade e acredita que os dois partidos devem lançar chapa pura. “Não acredito numa aliança branca, vamos buscar uma chapa pura com os partidos aliados, já estamos com uma conversa adiantada com vários partidos como o PDT (Partido Democrático Trabalhista), PR (Partido da República), PT do B (Partido Trabalhista do Brasil), PSL (Partido Nacional Liberal), PROS (Partido Republicano de Ordem Social) entre outros”. Segundo Amarildo, uma aliança branca desrespeitaria a opinião do eleitorado que já expressou que uma aliança entre os petistas e os tucanos não seria bem aceita. “O eleitorado não merece ser tratado assim, já que não temos aval da nacional, temos que seguir com uma chapa pura. Isso faz parte do processo, temos no Estado uma divergência muito grande com o PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro), que liderou o Estado por oito anos e agora vamos atender ao pedido da população que clama por mudanças”, finaliza Amarildo. Dany Nascimento