23 de janeiro de 2021
Campo Grande 30º 21º

Ao contrário de Coringa, Chiquinho não acredita em aproximação de PSD a Bernal

Para o vereador Chiquinho Telles (PSD), não existe oposição radical e oposição construtiva como classificou Coringa (PSD) em relação ao prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP). “Não existe oposição mais tranquila, existe oposição. E oposição é não concordar com o governo que está ai. A gente usa um discurso mais inflamado porque a população nos cobra”, declarou.

Segundo Chiquinho, a aproximação do Partido Social Democrático a Bernal é uma postura individual do colega de bancada e não representa a opinião do diretório municipal nem do estadual do partido. “O mandato é dele, então ele faz o que o coração dele pede. Isso não é um direcionamento do partido, não é uma ordem. O partido continua na oposição porque o PSD não concorda com a forma de governo que esta aí”, garantiu.

O vereador também afirma que a ida de Delei Pinheiro (PSD) para a base do prefeito não passa de especulação. Chiquinho disse que a conversa surgiu apenas porque Delei tem ligações com a a nova diretoria da Emha (Agência Municipal de Habitação) e participou do evento de posse do novo diretor da pasta, Dirceu Peters.

Além disso, Chiquinho descarta a possibilidade de negociar com o chefe do executivo e afirma que não consegue visualizar o presidente estadual do partido, Antônio João, participando da administração municipal. “Não faço barganha política, não troco meu mandato por secretaria, por uma coisa que não está bem. Assumir um cargo nesta administração é a mesma coisa de tomar leite estragado. Com o Antônio João à frente do PSD eu não acredito que vá acontecer isso. À medida que Campo Grande for bem ele vai mudar. Agora quanto ao Delei e ao Coringa, o mandato é deles”, declarou.

Ao contrário de Coringa, Chiquinho ainda promete que participará de CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) se for necessário. ”Além de legisladores, somos fiscais do povo. Se precisar ser parte de uma CPI não tem problema. Lógico que atrapalha o dia-a-dia de sair na rua, mas se for pelo bem do erário público, não vejo problema algum em participar”.

O vereador também faz duras críticas ao prefeito que, segundo ele, não estaria cumprindo nenhuma de suas promessas de campanha. “Eu não vou segurar pra mim se um cidadão peregrina de posto em posto procurando pediatra. Não vou concordar com governo que prometeu que não ia aumentar IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), e aumentou o imposto em até 400%. Ele disse que ia ter atendimento até em farmácia, mas nem em posto tem”, finalizou.

Diana Christie