08 de agosto de 2020
Campo Grande 31º 17º

Assessora de Bernal vai à Câmara pedir desculpas, mas não convence

As declarações no facebook da assessora de imprensa da prefeitura de Campo Grande, Marcia Sherer, voltaram a causar polêmica hoje pela manhã entre os vereadores da Capital. A visita da funcionária à Casa de Leis fez com que os vereadores paralizassem a sessão para conversar reservadamente, com Márcia a fim de ouvir as explicações da assessora sobre o assunto.

Márcia esteve acompanhada de da assessora de imprensa Ana Rita e do secretário de comunicação social da prefeitura Djlama Machado. Márcia voltou a afirmar que o trecho publicado em seu facebook foi extraído de uma matéria veiculada dia 16 deste mês pela revista Carta Capital cujo título é “Golpe pode antecipar fim da primeira prefeitura do PSOL”.

print-carta-capital

A matéria, de autoria de Piero Locatelli, conta a história do prefeito Gelismar, que está sendo investigado por uma CPI e corre risco de cassação. Gelismar foi eleito depois de sete tentativas e assim como Bernal convive com uma bancada majoritariamente oposicionista na Câmara de Vereadores.

O vereador Airton Saraiva (DEM) não aceitou o pedido de retratação e destacou que o trecho não foi copiado de forma integral por Márcia. “Veja bem na matéria, ele cita o nome do prefeito e ela cortou esta parte na postagem dela, quero entender por que”, questiona o vereador. Segundo vereador, esse tipo de atitude é o que distancia cada vez mais o prefeito dos vereadores.

Saraiva questionou também o fato de Márcia ter usado o facebook em horário de trabalho. “Ela é funcionária pública, a postagem foi feita em horário comercial, quero que o prefeito explique por que ele permite que seus funcionários usem o facebook pessoal em horário de trabalho”, questiona saraiva. Em seguida, a vereadora Grazielle Machado (PR), baseada no artigo 25 da lei orgânica do município, convocou oficialmente o prefeito Alcides Bernal para prestar esclarecimentos sobre o caso.

Já o vereador Elizeu Dionísio (SDD) defende que Márcia responda judicialmente pela declaração. “Ontem fui à delegacia e registrei boletim de ocorrência, quero que ela responda na justiça pelas declarações que postou”, afirma.

Em reposta aos vereadores, questionado pelo MS Notícias sobre o assunto, Bernal afirmou que Márcia é uma ótima funcionária e que este foi um episódio isolado, fruto de um mal entendido. “Ela penas publicou um trecho de uma matéria de revista de circulação nacional, não há porque demiti-la por isso”, afirmou.

Heloísa Lazarini  Diana Christie