26 de setembro de 2020
Campo Grande 37º 24º

Desembargador de plantão cassa liminar e Bernal perde mais uma vez prefeitura

O TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) cassou na madrugada de hoje a liminar do juiz da 2ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos, David de Oliveira Gomes Filho, que havia determinado a posse imediata de Alcides Bernal (PP) no cargo de prefeito da Capital na tarde ontem. Com a decisão, Gilmar Olarte retorna para o comando da prefeitura da Capital. A liminar foi cassada pelo desembargador de plantão, Vladimir Abreu da Silva, que acatou pedido da assessoria jurídica da Câmara Municipal de Campo Grande. O despacho ocorreu à meia noite de hoje. Bernal permanceu cerca de oito horas como prefeito e chegou a se dirigir até a Prefeitura para tomar posse do gabinete e havia inclusive anunciado reformas no secretariado. Como a decisão do desembargador também é de caráter liminar ainda pode ser revertida. A prefeitura foi lacrada pela PM (Polícia Militar) devido aos atos de vandalismo praticados por ex-secretários e adeptos de Bernal. Há suspeitas de que documentos foram levados da prefeitura. Segundo informações de funcionários da prefeitura, a ex-secretária Dharleng invadiu o gabinete da Sedesc, da qual era titular, e rasgou fotos, documentos e adesivos localizados na mesa do atual secretário Edil Albuquerque. Heloísa Lazarini