26 de outubro de 2020
Campo Grande 27º 22º

Cabo Almi defende Alcides Bernal

Heloísa Lazarini e Tayná Biazus

O deputado estadual Cabo Almi (PT) defendeu que o prefeito de Campo grande Alcides Bernal (PP) precisa com urgência resgatar o apoio do PSDB, sob pena de perder seu mandato. “A saída do PSDB da base do prefeito dificulta muito as coisas para ele que ficará com pouquíssimos votos para evitar cassação”, declarou.

Segundo o deputado, se o PSDB não retornar à base de Bernal e o prefeito perder outros partidos, a permanência do PT fica insustentável. “Não poderemos ficar ao lado de Bernal caso ele fique isolado”, afirma.

Para Cabo Almi, Bernal precisa ampliar sua base e dialogar de forma definitiva e ampla com os partidos. “Ele nem precisa chegar ao PMDB, basta conversar com PT, PSDB e outros partidos menores”, explicou.

Cabo Almi destacou que, embora o diálogo pareça uma solução simples, no caso do prefeito, está cada dia mais difícil. “Mesmo diante dessa crise e mesmo depois de ter recebido nossa carta, Bernal continuou da mesma foram sem dialogar inclusive com aqueles que o apoiam”, afirmou.

O silêncio de Bernal tem incomodado os petistas em geral. Hoje pela manhã, o presidente do diretório municipal do partido Gildo oliveira declarou que Bernal não se manifestou sobre a carta nem mesmo o procurou. Gildo afirmou que “Bernal tem o tempo dele, mas para o PT esse tempo já estourou o limite.”

Reunião Petista

Sobre a reunião que acontecerá amanhã para decidir se o PT continua ou não na base do prefeito, Cabo Almi afirmou, ao contrário de Pedro Kemp, que existe sim a possibilidade de os deputados estaduais participarem. “O Delcídio comentou algo sobre todos participarmos, se ele pedir iremos certamente”, declarou.