05 de dezembro de 2021
Campo Grande 33º 23º

Coffee Break: Gaeco finaliza relatório nesta sexta e entrega ao Procurador Geral da Justiça

A- A+

O Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) finaliza nesta sexta-feira (4) relatório da Operação Coffee Break, deflagrada no dia 25 de agosto deste ano. A operação investigou envolvimento de nove vereadores, três empresários e do vice-prefeito Gilmar Olarte em esquema de compra de votos para cassar mandato do prefeito Alcides Bernal em março de 2014. 

Em consequência da operação, o vereador Mario Cesar (PMDB), na época presidente do Legislativo, foi afastado do cargo assim como Gilmar Olarte. Mario renunciou à presidência e conseguiu retomar mandato, Olarte porém continua afastado.

Além deles, os vereadores: Paulo Siufi (PMDB), Edil Albuquerque (PMDB), Airton Saraiva (DEM), Jamal (PR), Chocolate (PTB), Carlão (PSB), Gilmar da Cruz (PRB) e Edson Shimabukuro (PTB) também foram investigados.

Entre empresários alvos da operação, João Amorim, dono da Proteco Construções Ltda, chegou a ser preso no fim de setembro e passou 34 horas na cadeia. O empresários João Baird, dono da Itel Informática e o ex-diretor do IMTI, Fabiano Portela também são investigados.

Com relatório em mãos, caberá ao Procurador Geral de Justiça, Humberto de Mattos Brittes, oferecer denúncia contra investigados ou não. Caso denúncia seja feita, o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul precisa decidir se acata ou não denúncia para dar início ao processo judicial.