14 de junho de 2021
Campo Grande 27º 13º

Com modernização de estrutura, arrecadação estadual aumenta, garante Azambuja

O governador lembrou a preocupação em organizar a estrutura estadual, ebeneficiando a população.

A- A+

Na manhã de hoje o governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), participou da reunião com chefes das Agenfas (Agências Fazendárias de Mato Grosso do Sul), na qual falou sobre a NFP-e (Nota Fiscal de Produtor Eletrônica), sobre o Programa de Excelência no Atendimento ao Contribuinte e da situação das Agências Fazendárias do Estado.

De acordo com o chefe do executivo estadual, a nota fiscal eletrônica vai ajudar o produtor, já que com a criação, ele não precisará mais se deslocar até as Agenfas para retirar o talão do produtor. “Isso vai facilitar, eles terão mais controle, se torna mais fácil. O Mato Grosso do Sul precisa se modernizar, e a nota é eficiente para a boa prestação do serviço do Estado”, disse.

O governador também lembrou a preocupação em organizar a estrutura estadual, para beneficiar a população e também cortar gastos, além de moderniza-las, em curto, médio e longo prazo. “ O Estado precisa de organizações, juntar órgãos em um local facilita pra pessoa e até barateia o custo para o governo”, disse.

No discurso, Azambuja disse que foi procurado por empresas que querem se instalar em Mato Grosso do Sula, já que é um estado que possui matéria prima, mas para isso precisa se melhorar a economia do Estado. Por esse motivo, está estudando um plano de recuperação do porto de Porto Murtinho, Bataguassu e Corumbá, além de recuperar rodovias para dar mais competitividade aos produtos produzidos aqui.

“Mesmo em crise a arrecadação está em patamares sustentáveis. A queda da arrecadação está dentro do suportável”, garantiu Azambuja.