30 de novembro de 2021
São Paulo 39º 24º

Encontro do PMDB em Dourados consolida Nelsinho e Simone como pré-candidatos

A- A+

Acontece neste momento a consolidação dos pré-candidatos peemedebistas a governo de Mato Grasso do Sul, Nelsinho Trad e ao Senado, Simone Tebet. O encontro regional é descrito por Simone Tebet  como o pontapé inicial, onde a partir deste momento, o partido irá buscar outras siglas para alianças na campanha para as eleições deste ano.

Para Nelsinho Trad, esse é mais um dos inúmeros eventos já feitos no Estado, onde o planejamento não foi mudado. São nesses encontros que se aglutinam diversas cidades com grande tendência de ligação ao PMDB e outras siglas. “Com essa aglutinação das cidades as coisas começam a evoluir”, afirma Trad.

Questionado sobre o suposto nome do pré-candidato a vice-governador, Nelsinho diz apenas que esse não é o momento adequado para tratar do nome, e que a questão ainda não foi resolvida dentro do grupo peemedebista. Nelsinho ressaltou que apesar de o nome não estar definido, não será escolhido alguém com pensamento e olhar diferente daquele que o PMDB possui.

Em relação ao possível apoio do partido à reeleição da presidente da República, Dilma Rousseff (PT), Simone afirma que ela irá seguir o partido, e lembra também que o Mato Grosso do Sul tem respaldo do governo federal, referindo-se aos recursos liberados pela União para o MS Forte II.

Já o governador André Puccinelli disse que se for preciso irá se licenciar do partido para apoiar a Dilma, que tem sua generosidade e seu respeito, assim como fez o presidente da Assembleia Legislativa Jerson Domingos (PMDB), que se licenciou para apoiar o pré-candidato a governo do Estado, o petista Delcídio do Amaral.

Quanto aos partidos que está conversando para em busca do apoio, Nelsinho disse ser sete. Questionado pela reportagem do MS Notícias se um desses partidos seria um dos que pertencem à lista de aliados anunciada pelo PT, Trad apenas riu e desconversou.

O objetivo do partido de acordo com  o governador do Estado, André Puccinelli , é que a sigla eleja quatro deputados federais, oito estaduais, o governador e a senadora. A vereadora de Dourados Délia Razouk é uma das pré-candidatas a uma vaga na Assembleia Legislativa.

Tayná Biazus