23 de junho de 2021
Campo Grande 30º 17º

CPI da Enersul deve ser oficializada nos próximos dias

A- A+

Marquinhos Trad (PMDB), disse na manhã de hoje que a possível criação da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Enersul, já está com todos os requisitos técnicos para ser executada, faltando apenas a publicação no Diário Oficial da Casa e a leitura do requerimento pela Mesa Diretora para ser oficializada.

Conforme explicou, a PwC (Price water house Coopers), empresa responsável pela auditoria realizada na empresa, identificou suposto furo nas finanças da concessionária de energia, totalizando R$ 700 milhões.

Hoje, a concessionária responsável é a Energisa, que alegou em nota não se responsabilizar por questões anteriores, o que também intriga o deputado. “ A Energisa, mesmo ciente dos atos ilegais, fez, inclusive, atos suspeitos de consultoria técnica com ex-diretores,  para a realização de contratos, ela está sendo conivente”, disse.

De acordo com Trad, a auditoria identificou ao menos 35 beneficiados, mas não foi citado pelo deputado quais ou quem seriam, ao contrário do que já foi divulgado pela imprensa, onde foram apontados ex-funcionários, apadrinhados políticos e prestadores de serviço.

Após oficialização, as bancadas terão 24h para indicar os membros que farão parte da Comissão, para então começarem os trabalhos investigativos.