20 de outubro de 2020
Campo Grande 30º 21º

Delcídio afirma que conversas com PR estão adiantadas e entrada de Giroto como vice depende dos repu

O senador Delcídio do Amaral (PT) garantiu na manhã de hoje, na abertura da Showtec em Maracaju - distante 162 de km de Campo Grande - que a entrada de Edson Giroto (PR), atual secretário estadual de obras, em sua chapa para disputar o governo de Mato Grosso do Sul como vice, depende apenas do PR (Partido da República) e do próprio Giroto.

delcidio e giroto

"Qualquer um gostaria de ter Giroto ao seu lado. E as conversas com o PR estão boas e bem adiantadas. Se ele (Giroto) quiser vir para nossa chapa e ser meu vice depende da decisão do PR. Além disso, Giroto é um ótimo companheiro político e meu amigo pessoal", afirmou Delcídio. Os rumores sobre a possível aliança começaram no início desta semana qGiroto, Londres Machado e Paulo Correa, todos do PR, estiveram em reunião com o senador petista.

A possível adesão de Giroto á chapa de Delcídio pode trazer problemas para o senador dentro do PT, pois, grande parte da militância petistas, em especial da corrente liderada pelo ex-governador Zeca do PT, é contrária a esta parceria, uma vez que Edson Giroto é reconhecidamente um dos principais aliados e parceiros do governador do estado, André Puccinelli (PMDB).

Zeca chegou a dizer que a entrada de Giroto como vice em uma chapa significaria, inclusive, uma traição de Puccinelli ao projeto de governo do PMDB, que é lançar Nelson Trad Filho, ex-prefeito da Capital, ao governo do Estado. "Sabemos que o Giroto é muito ligado ao André. Se isso acontecer (Giroto se tornar vice de Delcídio) mostra claramente que André estará apostando a ficha dele em outro projeto que não o de seu partido”, ponderou Zeca.

Ainda sobre novos alianças, Delcídio adiantou que Marcelo Bluma (PV) já é um nome confirmado em sua chapa. O senador também deixou claro que a consolidação de novas alianças dependem também da reforma ministerial que está em andamento em Brasília.  "Os outros nomes devem surgir, mas precisamos esperar a reforma ministerial. Tudo vai começar a se desenvolver depois dela e sinto que será de forma positiva", declarou.  Confiante na vitória, Delcídio brincou e disse: "Chegou a hora da onça beber água, e desta vez a onça é pantaneira, corumbaense (risos)".

Em relação ao juiz federal Odilon de Oliveira (PDT), que tem sido cotado por partidos como PSDB para composição de chapa alternativa à dualidade PT e PMDB, Delcídio afirmou que também é um excelente nome, principalmente pelos serviços que tem prestado ao Estado.

Heloísa Lazarini e Tayná Biazus