24 de setembro de 2020
Campo Grande 34º 20º

EXAME NACIONAL

Diante do caos do Enem, Bolsonaro já admite falha interna

Jair Bolsonaro mandou apurar se os erros no Enem foram causados por falha do governo ou sabotagem

Jair Bolsonaro mandou apurar se os erros no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) foram causados por falha do governo ou sabotagem. "Enem: está complicado. Eu estou conversando com Abraham Weintraub, para ver se foi alguma falha nossa, falha humana, sabotagem, seja lá o que for. Temos que chegar no final da linha e apurar isso. Não pode acontecer isso. E nós sabemos que tudo está na mesa", disse ele. Seu relato foi publicado no site O Antagonista. De acordo com o MEC, erros na correção da prova afetaram cerca de 6 mil estudantes. 

"Eu não quero me precipitar dizendo o que deve ter acontecido com o Enem. Acho que todas as cartas estão na mesa. Não quero dizer que é isso, está certo, para querer se eximir, talvez, de responsabilidade que seja nossa. Não sou dessa linha. Eu quero realmente é apurar e chegar no final da linha para falar com propriedade. Se for nossa, assume. Se for de outros, mostrar com provas o que houve", afirmou. 

Em nota, o Ministério da Educação (MEC) informou que suspendeu as inscrições no Programa Universidade para Todos (Prouni), previstas para iniciarem nesta terça-feira (28), por causa de problemas no Enem. A Justiça Federal o MEC revisar todas as notas e também suspendeu a divulgação dos resultados do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).