30 de setembro de 2020
Campo Grande 40º 23º

Em encontro regional, PMDB debate como atrair aliados e participação de André na campanha

O deputado estadual Eduardo Rocha (PMDB) conversou com o MS Notícias hoje pela manha sobre os detalhes do encontro regional do PMDB que acontecerá no sábado dia 26 de abril. Segundo o deputado, a mobilização será importante para discutir as estratégias adotadas na campanha de 2014, que começa a partir de cinco de julho. "O partido está todo mobilizado. A reunião é muito importante. Vamos discutir diversos assuntos e as estratégias que serão usadas nas pré-campanhas."

A presença dos líderes nacionais Michel Temer, vice-presidente, e  do presidente nacional do partido, o senador Valdir Raupp, ainda não foram confirmadas, mas Eduardo garante que mesmo que não compareçam enviarão representantes. Em relação ao apoio do partido à reeleição da presidente Dilma Rousseff, o deputado explica que o assunto não será debatido, pois depende de definições estaduais como a aliança entre PT (Partido dos Trabalhadores) e PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira).

"Não será discutido na reunião (o apoio a Dilma) porque estamos esperando o PT oficializar a coligação com PSDB. Se isso acontecer fica difícil apoiar a Dilma. Acho inviável", afirma o deputado. Já o assunto aliados, certamente é um dos principais na pauta do encontro. Segundo Eduardo Rocha, o PMDB tem interesse em todos os partidos. "É o momento de buscar aliados. Caminhar e conversar." Nem mesmo o PT é descartado. Sem se aprofundar no assunto, questionado sobre a polêmica aliança, o deputado simplesmente respondeu: "Na política tudo é possível."

Para atrair novos aliados, o deputado ressalta que o PMDB tem quadros importantes a oferece e que tudo depende de conversa. Para ele, a onda de apoio ao pré-candidato petista Delcídio do Amaral pode ser revertida, desde que o PMDB saiba como administrar e fazer sua auto propaganda. "É natural que os partidos declarem essa preferência porque acham o Delcídio mais experiente já que ele é senador, mas Nelsinho teve a prefeitura. O Nelsinho precisa conversar para reconquistar. E o PMDB tem as vagas de vice 1º e 2º suplentes a oferecer."

Puccinelli não aguentará ficar de fora

Em tom otimista, o deputado Eduardo Rocha afirmou que a princípio o governador André Puccinelli deverá ajudar na campanha de forma administrativa, mas ele acredita que o governador não irá se privar de se envolver nas questões políticas. "Acho que ele não aguenta e também vai para a rua, respeitando o seu cargo. Vai pedir votos sempre que possível."

Heloísa Lazarini e Dany Nascimento