05 de maro de 2021
Campo Grande 28º 21º

Lavagem de dinheiro

Lula e Marisa entram com liminar e conseguem suspender depoimento

Nesta quarta-feira (17) o ex-presidente Lula e sua esposa Marisa Letícia prestariam depoimento à justiça de São Paulo, mas uma liminar do Conselho Nacional do Ministério Público suspendeu o depoimento.

Eles seriam ouvidos sobre o apartamento tríplex no condomínio Solaris, no Guarujá. O Ministério Público Federal desconfia que tenha acontecido uma tentativa de ocultar a identidade do dono do apartamento, que seria o ex-presidente, e se isso for comprovado caracteriza crime de lavagem de dinheiro.

A suspensão dos depoimentos, que estavam marcados para hoje de manhã, o de Lula, e à tarde, o de dona Marisa, atende a uma representação do deputado Paulo Teixeira (PT-SP), que acusa o promotor Cássio Cesarino de ter feito um prejulgamento de sua decisão ao dar entrevista a uma revista de circulação nacional antes mesmo de ouvir os depoimentos.

Paulo Teixeira argumentou que o promotor extrapolou as suas prerrogativas funcionais e que o caso não poderia ter sido distribuído à segunda Promotoria Criminal, da qual Cesarino faz parte, e sim à Primeira Promotoria Criminal. Para o deputado, a notificação para que os dois fossem ouvidos “poderia ocasionar consequências de difícil ou impossível reparação”.

Segundo o conselheiro responsável pela decisão, Valter Shuenquener de Araújo, os depoimentos estão suspensos até que o plenário do Conselho Nacional do Ministério Público delibere sobre o assunto.