09 de agosto de 2020
Campo Grande 31º 16º

Manifestantes ocupam a Câmara neste momento

Diana Christie e Heloísa Lazarini

Centenas de manifestantes ocupam a Câmara Municipal neste momento em apoio ao prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP). Eles carregam faixas do Movimento Nacional da luta pela Moradia e estão com os rostos pintados de verde e amarelo, em alusão ao movimento cara-pintada que deflagrou no impeachment do presidente do Brasil na época, Fernando Collor de Melo.

Eles chegaram de ônibus e há a presença de muitas mulheres e crianças de colo. Minutos antes, a assessora do prefeito, Ana Rita, e outro assessor não identificado foram vistos dentro da Câmara conversando com algumas pessoas. Porém, desapareceram antes do início da manifestação.

De acordo com o presidente do Movimento Nacional da luta pela Moradia, Abílio Borges, há pessoas dos bairros Cidade de Deus II, Jardim Panamá, Coophavilla, Vila Popular e Jardim Pioneiros. Segundo ele, será entregue aos vereadores e à imprensa, um manifesto elaborado há dois dias pedindo entendimento entre os poderes executivo e legislativo.

A reportagem do MS Notícias recebeu denúncias de que Abílio foi visto ontem à tarde entrando no gabinete do prefeito para uma reunião particular. Coincidentemente, Vera Lúcia Monteiro, uma dos líderes do protesto, afirma que o prefeito, apesar de não estipular data, já se comprometeu a entregar casas às pessoas da Cidade de Deus II. “Os vereadores só aparecem no bairro na época de campanha. Eles não ajudam a gente”, conclui Vera.

A segurança da Câmara havia sido reforçada antes mesmo dos manifestantes chegarem, pois já era esperado que protestos pudessem acontecer nas vésperas do pedido de abertura de uma comissão processante.