25 de junho de 2021
Campo Grande 30º 19º

Câmara

Sem presidir comissão, Bueno desacata Mário e é repreendido por colegas

O clima ficou tenso depois que Alceu tentou insinuar que presidência da Comissão de Transporte foi escolhida por pressão da Mesa Diretora

A- A+

O vereador Mário César (PMDB), presidente da Câmara dos Vereadores, repreendeu o vereador Alceu Bueno (PSL), hoje durante a sessão, por tentar desaprovar e descredibilizar a eleição da presidência da Comissão Permanente de Transporte e Trânsito. O eleito foi o vereador Carlão (PSB) e Alceu Bueno não concordou, pois queria o cargo para si. 

Bueno começou a reclamar no plenário da Casa insinuando que a eleição do Carlão para a presidência se deu pro pressão de vereadores ligados a Carlão sobre Mário.

O clima ficou tenso e Mário César disse que todas as comissões foram estruturadas de forma democrática diante de consenso entre as bancadas. “Nunca nesta Casa, as comissões foram montadas com tanta democracia. O PMDB e o PT como as duas maiores bancadas abriram mão das prerrogativas para que houvesse consenso e para que todos os partidos fossem contemplados”, disse Mário César revoltado com a colocação de Bueno. O presidente ainda repreendeu Alceu e disse não admitir que o vereador colocasse em dúvida a formação das comissões.

A vereadora Luiza Riberio (PPS), fez um aparte na colocação do Alceu Bueno, e saiu em defesa de Mário César dizendo que as comissões foram formadas com muito critério. “Eles deram todas as condições para formar as comissões de forma harmônica e democrática”. A vereadora também destacou o trabalho coletivo da Casa mostrando que o PPS que só tem ela como representante foi contemplado nas comissões de saúde, cultura e direitos humanos.

Carlão (PSB) também saiu em defesa do Mário César, dizendo que dentro da comissão foi discutido e aprovado por maioria sem nenhuma interferência de qualquer outro membro da mesa diretora o seu nome para a presidência.

O vereador João Rocha (PSDB) também discordou de Alceu Bueno e disse que houve lisura na forma que as comissões foram compostas. Outros vereadores também saíram em defesa do  presidente da Casa, mas o clima ficou quente.

A postura de Bueno desagradou a todos os parlamentares da Casa que não pouparam críticas ao vereador que, na avaliação dos colegas, tentou denegrir a integridade do legislativo por motivos meramente pessoais.