15 de janeiro de 2021
Campo Grande 26º 23º

Olarte descarta problemas por causa de suplementação de 5%

O prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP), descartou a possibilidade de enfrentar problemas com o legislativo por causa da suplementação orçamentária que continua em 5%. “Não há problema nenhum. Trabalho em harmonia com a Câmara”, declarou.

Segundo Olarte, os sete vetos do ex-prefeito Alcides Bernal (PP) que foram derrubados pelos vereadores estão na pauta dele. “Conversamos ontem na Câmara e decidimos o que é, neste momento, mais viável. Teremos uma postura coerente”.

Suplementação – O argumento mais usado por Bernal para justificar o atraso de obras e serviços foi a redução da suplementação orçamentária. Na briga entre executivo e legislativo, os vereadores até cogitaram reduzir a suplementação a zero, fazendo assim com que todas as decisões do prefeito tivessem que passar pela Casa de Leis.

Diana Christie