22 de maio de 2022
São Paulo 23º 11º

LEILÃO DE SIGLAS

Partidos cobiçam Chadid, que leva decisão para os 45' do segundo tempo: 'Vou escolher pela razão'

A- A+

O vereador José Chadid (sem partido) confirmou durante sessão na Câmara Municipal  na manhã desta quinta-feira (10) que seu ‘passe’ está bem cotado em relação a convites para se filiar a um partido político. 

Ainda sem sigla, Chadid confirmou que o PSDB tem ‘cobiçado’ seu retorno, que pode estar próximo. Vale lembrar que em 2013 o vereador foi expulso da sigla, enquanto era secretário de Educação na gestão de Alcides Bernal (PP), quando o partido tucano rompeu com o prefeito progressista. “O partido que está insistindo bastante desde início é o PSDB. Ao que tudo indica, todos, incluindo o governador Reinaldo Azambuja, estão apoiando a minha ida. A vice-governadora Rose Modesto também apoia.

Outra sigla que tem insistido em convite oficial é o PP. "O Bernal quer que eu vá para o seu partido. Todos os partidos me convidaram, isso é uma honra. Um terceiro partido, bastante forte, é o PDT, e o Ayache também me chamou para o PSB. Vou definir no último dia, vou analisar, não com o coração, mas racionalmente. Não será uma decisão por questão ideológica”, disse Chadid, destacando que adiará a decisão até o final da janela partidária no final do mês de setembro. 

Jogada de estratégia

Chadid assumiu a cadeira na Câmara Municipal de Vereadores após as eleições para governador de Mato Grosso do Sul, no lugar da vice-governadora Rose Modesto. Ainda que fosse o desejo do prefeito Alcides Bernal contar com Chadid na secretaria de educação, um bom nome, prefere repensar e mexer nas “peças do xadrez”, deixando-o na Câmara como um articulador e apoiador de seu governo, nessa nova fase de sua administração como chefe do executivo pepista.