05 de agosto de 2020
Campo Grande 31º 16º

Prefeito critica manifestação de produtores rurais

O prefeito de Rio verde, Mario Kruger (PT), criticou a atitude dos produtores rurais que organizaram uma manifestação durante a recepção do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na manhã de hoje. O incidente aconteceu na sede da Fiems (Federação das Indústrias do estado de Mato Grosso do Sul) onde revoltados manifestantes usaram faixas e seguravam abacaxis para pressionar o petista.

Mário acredita que o melhor caminho para se chegar a uma solução agradável para ambos os lados é o diálogo ao invés do confronto. “Sou contra protestos e contra a afronta ao poder público”, disse o prefeito que embora contrário a atitude tomada pelos fazendeiros, ressaltou que “vivemos em uma democracia onde todos tem o direito de reivindicar”.

Kruger cita como exemplo de um bom diálogo a cidade que ele administra, que embora não sofra com confrontos entre índios e ruralistas é abrigo para diversos acampamentos do MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra). "Lá não existe violência, resolvemos tudo com muita conversa e trabalho em conjunto", lembra.

O petista que também é produtor rural relata ainda que a demora na demarcação de terras indígenas não é culpa da presidente Dilma ou do ministro da justiça, José Cardoso, e sim do “sistema público que é moroso”. Por fim o prefeito de Rio Verde como num resumo ao incidente na sede da Fiems disparou. “Quem é produtor rural e trabalha de verdade no campo, não tem tempo pra ficar protestando”.

Ministro da Justiça: O prefeito Mário Kruger comentou ainda durante o evento na Fiems o episódio

Clayton Neves e Heloísa Lazarini