21 de outubro de 2020
Campo Grande 29º 21º

Puccinelli defende investigação sobre Bernal

Diana Christie e Heloísa Lazarini

O governador André Puccinelli (PMDB) voltou a defender a comissão processante que investiga supostas irregularidades cometidas pelo prefeito de Campo Grande Alcides Bernal (PP). “Sou a favor de toda investigação desde que seja embasada. Durante os anos que estive na prefeitura e no governo do Estado tive várias solicitações de investigação e nunca me opus”, afirmou. O governador citou ainda que recebeu 41 atestados de idoneidade durante sua administração.

Conforme Puccinelli, Bernal deveria estar menos preocupado com as investigações. O governador aproveitou para defender a imparcialidade do MPE (Ministério Público Estadual) questionada pelo vereador Zeca do PT na semana passada. “O MPE deve ter um bom embasamento para pedir o afastamento do prefeito, pois a instituição não é movida por paixões. Se ele for inocente será liberado e receberá o atestado de idoneidade. Se não for vai mais rápido para cadeia”, declarou.

Popularidade – Questionado pela imprensa se o aumento da aprovação de seu governo em 2013 é consequência dos problemas que o prefeito da Capital vem enfrentando, Puccinelli foi categórico em sua negativa: “Não. A aprovação não depende de estar melhor ou pior que o outro. Não se cresce pisando no pescoço de ninguém”.

O governador atribuiu a essa alteração demonstrada pela pesquisa, uma mudança na percepção das pessoas. “Na época dos movimentos das ruas, de junho ou julho, a população estava contra o sistema. E entendia como sistema quem está no Governo Federal, quem está no Governo Estadual, quem estavam nos governos municipais. Depois ela (a população) vai discernindo que tem o político bom e o político mal.”, defendeu.