28 de outubro de 2020
Campo Grande 28º 21º

Puccinelli discute construção de corredor bioceânico com presidente do Paraguai

A reunião entre o governador do Estado, André Puccinelli (PMDB) e o presidente do Paraguai, Horacio Cartes, realizada nesta manhã no Palácio de Governo em Assunção, capital do Paraguai, tratou das possíveis parcerias para implantar um corredor bioceânico ligando a costa brasileira (via Centro-Oeste) aos portos de Antofagasta e Iquique, ambos no Chile, encurtando em até oito mil quilômetros a distância com os países asiáticos. O trajeto será possível com a construção de uma ponte entre Porto Murtinho (MS) e Carmelo Peralta (Departamento do Alto Paraguai).

Para viabilizar o projeto, o presidente do Paraguai reforçou que possui um plano de investimentos público-privados de US$ 7 bilhões para os próximos cinco anos no país. Ele explicou que, só para os projetos de infraestrutura urbana, o Paraguai precisará de US$ 2,8 bilhões nos próximos cinco anos e US$ 5,4 bilhões na próxima década. As obras incluem a revitalização do aeroporto de Assunção, a reforma do centro histórico para acomodar as linhas expressas de ônibus e o recapeamento das principais vias da cidade. Ainda, as obras de redes e sistemas de água e esgoto de Assunção e Ciudad Del Este exigirão investimentos de US$ 1,8 bilhão.

A reunião resultou na criação de uma comissão composta por representantes do governo paraguaio, governo de Mato Grosso do Sul e do Sistema Industrial para viabilizar os projetos de integração entre o Estado e o país vizinho. A comissão será integrada por um representante da Fiems (Federação das Indústrias do Estado Mato Grosso do Sul), pela secretária estadual Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias (Seprotur), pelo secretário estadual Carlos Alberto Negreiros Said de Menezes (Semac), pelo vice-presidente do Paraguai, Juan Afara, e pelos ministros paraguaios Gustavo Leite (Indústria e Comércio) e Ramón Jiménez (Obras Públicas e Comunicação).

Diana Christie