14 de junho de 2021
Campo Grande 27º 13º

Remanescentes das polícias e bombeiros serão convocados, garante Reinaldo Azambuja

O governador anunciou também que autorizou a compra de equipamentos para dar condições aos policiais

A- A+

Na manhã de hoje o governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), confirmou que autorizou que a Sejusp (Secretaria de Segurança Pública), chame os remanescentes das Policias Civil e Militar e do Corpo de Bombeiros para fortalecer a segurança de Mato Grosso do Sul.

Os remanescentes, conforme explicou Azambuja, são aqueles aprovados em todas as fases do concurso, sendo a prova escrita, aptidão mental, exames médicos e exames físicos, mas que até o momento não foram chamados. Os aprovados apenas na prova escrita não serão chamados.

Durante o evento, o chefe do executivo estadual falou que a segurança pública é uma das prioridades do seu governo, se garantiu, se necessário irá suspender obras. Se tiver que sacrificar obras para atender a população vamos sacrificar, pois essa é a prioridade do atual governo”.

De acordo com ele, para dar mais condições aos policiais, foi autorizada ainda a compra de armas, coletes, equipamentos de inteligência e também a recuperação de 264 viaturas que estão paradas. Azambuja anunciou ainda, com poucos detalhes, que a Tropa de Choque da Polícia Militar irá contar com uma empresa terceirizada, já que há poucos veículos. “A empresa tem veículos reservas, não precisa se esperar pela manutenção de um que está parado”.

Hoje, 150 Policiais Civis se formaram e a corporação terá um aumento de 178 que serão chamados para ingressar na academia. Para maio, 820 policiais militares também deverão ser chamados, além de 166 novos bombeiros.