MS Notícias

tera, 21 de janeiro de 2020

Eduardo Riedel

Ridel vê MS como um dos poucos estados que não sucumbiram

Com resultados convincentes, Mato Grosso do Sul tornou-se um parâmetro de sucesso gerencial no País

Por: Redação05/12/2019 às 15:06
ComentarCompartilhar

O secretário estadual de Governo e gestão estratégica, Eduardo Riedel, sobra em razões ao explicar porque Mato Grosso do Sul – segundo suas próprias palavras e também do governador Reinaldo Azambuja - é um dos poucos estados que não sucumbiram. “Isso é reflexo de uma gestão responsável”, sintetizou durante a coletiva que o governador deu no início da semana para anunciar o pagamento de três folhas do funcionalismo em um intervalo de 30 dias e dentro do calendário.

Hoje (quinta-feira, 5), as definições de Riedel foram espelhadas mais uma vez, quando um consórcio liderado pela Bandeirantes Engenharia - com as empresas TCL Tecnologia e Construções, Senpar, Torc Terraplanagem e GLP Brasil – adquiriu o direito de explorar a manutenção da rodovia MS-306, que começa na divisa de Mato Grosso do Sul com Goiás e passa por Costa Rica, Chapadão do Sul e Cassilândia, no nordeste do Estado.

A aquisição custou ao consórcio R$ 605,3 milhões. Com esses recursos, que engordarão o caixa do Fundo de Desenvolvimento Rodoviário (Fundersul), o governo estadual vai dar sequência ao processo de melhorias, conservação e modernização da malha viária em todas as regiões. No entanto, nada disso é casual. Faz parte de um item chamado planejamento estratégico, que recebeu do governador total atenção e foi confiado, em sua elaboração e execução, ao titular da Segov.

De acordo com Riedel, não havia muitas alternativas para enfrentar e resistir à crise conjuntural, a não ser apontar para a retomada do desenvolvimento, por meio de um sistema complexo, mas funcional, de reestruturação conceitual e operacional da governança. Com os avanços graduais obtidos pelo trabalho de equilibrar as contas e otimizar a disponibilidade de receita, a governabilidade foi estabelecida – e isso, como Riedel havia desenhado, trouxe a Mato Grosso do Sul as garantias necessárias para oferecer aos investidores segurança e confiança.

Com os números que o projetam nas primeiras posições dos rankings de desempenho – estado que mais gera postos de trabalho, um dos mais confiáveis para os investidores e destaque nacional em transparência e resolutividade em áreas como a de segurança publica – Mato Grosso do Sul tornou-se um parâmetro de sucesso gerencial no País. Riedel credita esses resultados à visão e à determinação do governador, que deu à sua gestão um conteúdo de desenvolvimento fundamentado nas bases do humanismo, da sustentabilidade e do empoderamento da população para ocupar espaços econômicos importantes.

Deixe seu Comentário

TV MS

17 de janeiro de 2020
Quem não é comunista é fascista
Quem não é comunista é fascista

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua referência em jornalismo no Mato Grosso do SulRua Rodolfo Andrade Pinho, 634
CEP 79090.050 - Vila Taveirópolis
Campo Grande/MS
 (67) 99150.1270

Editorias

Institucional

Mídias Sociais

© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma