03 de dezembro de 2020
Campo Grande 34º 23º

Romero questiona aumento da tarifa de água e pede explicações da prefeitura

O vereador Eduardo Romero (PT do B) pediu uma solicitação à prefeitura sobre planilha utilizada pela Seplanfic (Secretaria Municipal de Planejamento, Controle e Finanças) para calcular o reajuste de 5.93% sobre as taxas de águas e esgoto.Segundo o vereador, considerando as reclamações dos usuários sobre os altos valores das tarifas praticadas em Campo Grande, porque o reajuste foi tão alto  e já estará valendo a partir de janeiro de 2014. Romero destacou que, em 2012, a mesma tarifa  já havia aumentada em 8%. "Os reajustes são naturais, mas temos que analisar porque esse aumento tão alto, será mesmo necessário?, questiona o vereador. Outra solicitação do vereador para a prefeitura é que seja especificado as áreas que serão beneficiadas com o volume de dinheiro a mais arrecadado em decorrência da tarifa mais alta. "Quero saber qual a contrapartida da Águas Guariroba, por exemplo, quais serviços a mais ou melhores a empresa irá oferecer para população que vai pagar um valor a mais", indagou Romero. Além disso, Romero questiona  a necessidade do reajuste, uma vez que a maioria das obras de saneamento e esgoto que têm sido realizadas na Capital provém de recursos do governo federal do PAC II (Programa de Aceleração do Crescimento). Heloísa Lazarini e Diana Christie