02 de dezembro de 2021
Campo Grande 30º 22º

Se houver tumulto, público poderá ser expulso da sessão de julgamento

A- A+

Se houver tumulto e os vereadores se sentirem pressionados ou de alguma forma ameaçados pela multidão que deve comparecer à Câmara Municipal para acompanhar a sessão de julgamento que pode cassar o prefeito Alcides Bernal (PP) a ser realizada amanhã, o público pode ser expulso do interior do prédio da Casa de Leis para dar continuidade à sessão.

“Se não houver segurança suspendemos a sessão, esvaziamos a Câmara e continua a sessão”, informou o presidente da Câmara Municipal, vereador Mario Cesar (PMDB).

Segundo eles, apenas 364 pessoas poderão acompanhar a sessão do lado de dentro do prédio, respeitando a capacidade máxima do plenário, mas do lado de fora será montada uma estrutura com telão e alto-falantes para transmitir a sessão. A segurança será reforçada pela guarda municipal, polícia militar, polícia federal e polícia rodoviária federal.

Quanto à possibilidade do prefeito conseguir algum recurso que suspenda novamente a sessão de julgamento, o vereador afirmou que atenderá a ordem judicial se recebe-la, mas ressaltou que espera “tranquilidade” jurídica. “O mundo jurídico esta aí para respeitar o direito de todos. O que vier vamos acatar”.

Diana Christie