27 de setembro de 2020
Campo Grande 39º 25º

Dúvida no ar:secretários aguardam aval Bernal e Olarte para decidir futuro na prefeitura

Os secretários municipais de Campo Grande estão na expectativa do posicionamento do prefeito cassado Alcides Bernal (PP) e do atual prefeito Gilmar Olarte (PP) sobre seu futuro político. Enquanto alguns já abandonaram as pastas, a maioria continua trabalhando normalmente até a notificação das exonerações.

O diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Jean Saliba, informou que continua com sua rotina normal e ainda não conversou com  os dirigentes de seu partido nem com o vereador Edson Shimabukuro (PTB), no entanto, Jean afirma que irá aguardar uma conversa com Gilmar para saber o posição do prefeito sobre a Agetran. “Só pediram pra gente não abandonar o cargo. Não podemos deixar a casa aberta. Estou aguardando a nomeação dos novos diretores para que possa entregar a secretaria. Seria um ato de irresponsabilidade abandonar as coisas. Enquanto eu não for exonerado sou responsável perante a justiça”, declarou.

O diretor presidente da Emha (Agência Municipal de Habitação), Dirceu Peters, também aguarda a decisão de Olarte e continua na função. “O cargo está à disposição do prefeito Gilmar Olarte como sempre esteve à disposição do prefeito Alcides Bernal. Vim para cá em um entendimento entre o PDT e o Bernal e a minha permanência ou não depende do Gilmar. Ele falou que vai falar com os partidos, não sei se meu partido está incluído nesta lista. Continuo despachando normalmente. O que não pode é os munícipes serem prejudicados”.

Já a secretária municipal de políticas públicas para as mulheres, Jacqueline Hidelbrand, escolhida pela cota pessoal de Bernal aguarda um posicionamento do ex-chefe do executivo municipal. “Nós vamos atender o que o prefeito Alcides Bernal recomendar. Eu não fui procurada pelo Olarte e não fui intimada para a minha exoneração. Vou aguardar uma posição oficial”, finalizou.

Diana Christie