29 de setembro de 2020
Campo Grande 37º 20º

Senador afirma que não irá se promover em cima de escândalos

Após alguns escândalos envolvendo a antiga administração de Campo Grande, do ex-prefeito e candidato a governo do Estado Nelsinho Trad (PMDB) com a implantação do sistema Gisa (Gerenciamento de Informações em Saúde), o atual senador e também pré-candidato ao governo, Delcídio do Amaral (PT) afirma que não irá se fortalecer a partir desses tumultos.

O motivo dos escândalos é que haveria irregularidades a implantação do sistema Gisa em Campo Grande, iniciada em 2009 durante gestão de Trad (PMDB). O sistema orçado em quase R$ 10 milhões previa entre outros benefícios agendar as consultas nas UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família) através do telefone. De acordo com o deputado estadual  Marquinhos Trad, todos os trâmites necessários para instalação e funcionamento do Gisa foram executados, e somente após a troca da gestão da prefeitura da Capital é que os problemas foram desencadeados.

De acordo com Delcídio, a sua campanha é “para frente”, além das propostas ele irá apresentar um bom trabalho. “Cabe à justiça analisar se existe ou não irregularidades. Vamos aguardar um parecer do MP (Ministério Público) e esperar as medidas cabíveis, afinal trata-se da boa utilização de recursos públicos provenientes do bolsa população”.

O senador lembra que hoje a população está interessada em como o parlamentar irá trabalhar e quais os projetos é capaz de apresentar.

Tayná Biazus e Clayton Neves