20 de outubro de 2020
Campo Grande 30º 21º

Temer defende que aliança nacional com PT é melhor opção para PMDB

O vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), comentou os detalhes do plano eleitoral do partido para 2018 e do participação do Mato Grosso do Sul na composição do projeto. “O papel do PMDB de Mato Grosso do Sul será fundamental, pois o partido é fortíssimo no Estado e tem governo muito forte. Mato Grosso do Sul é uma espécie de vitrine do PmdB para o Brasil”, afirma Temer.

Temer ponderou que neste momento o melhor para o PMDB é manter a aliança com PT. “Nesse momento não é possível termos uma candidatura própria, por isso vamos manter aliança”, explica Temer. O discurso de Michel Temer mostra o quanto seu partido está alinhado com o planalto em torno da reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT) deixando claro que a aliança entre PT e PMDB saiu fortalecida depois das crises políticas que ocorreram no início de 2014. Crise que, por sinal, foi completamente abafada por Temer. “Não houve crise. Essa reforma ministerial trata de ministérios de apenas quatro ou cinco meses. Houve muito barulho em torno dessa história. E o que importa mesmo são os ministérios formados a partir do ano que vem.”

Questionado sobre os recentes escândalos envolvendo a compra da refinaria de Pasadena pela Petrobras, Temer ressalta que a confiança no governo Dilma e na aliança entre PT e PMDB não foi abalada de forma algum. “A nossa aliança é vitoriosa e boa para o Brasil e particularmente para o PMDB pela presença na chapa majoritária”, afirma.

Heloísa Lazarini