08 de agosto de 2020
Campo Grande 31º 17º

Vander afirma que presidente Dilma está ansiosa para resolver conflitos no campo

vander

O deputado federal Vander Loubet (PT) acredita que o Leilão da Resistência, cancelado ontem pela justiça não é ilegal. Vander disse que o leilão é um direito dos produtores rurais que desta maneira poderiam ter uma maior segurança em suas propriedades, caso venha ocorrer algum conflito envolvendo os índios.

Vander disse que na verdade as manifestações de ambas as partes são legítimas, mas que para resolver o problema é preciso um longo espaço de tempo. “As duas partes possuem o direito de lutar pelo o que é delas, mas esse problema levará algum tempo para ser totalmente resolvido. Isso é um processo normal. Por exemplo, eu que sou do PT sei que a presidente Dilma Rousseff está louca para resolver os conflitos indígenas”, destacou.

O presidente da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), Roberto Botareli, foi ameaçado logo após o cancelamento do Leilão da Resistência na tarde de ontem. Questionado sobre o fato, o deputado Vander afirmou que pode ser a favor do leilão, mas não admite violência.

“Não podemos admitir nenhum tipo de ameaça, pois isso fere os princípios burocráticos. As pessoas precisam entender que violência é ruim para todos os lados envolvidos, mas vamos deixar a Polícia resolver o caso”, finalizou.

Alan Diógenes