22 de janeiro de 2021
Campo Grande 30º 20º

Vander e Moka anunciam R$ 10,5 milhões para saneamento em cidades do interior

O senador Waldemir Moka (PMDB) e o deputado federal Vander Loubet (PT) anunciaram hoje que a Funasa (Fundação Nacional de Saúde) pré-selecionou três projetos de municípios de Mato Grosso do Sul para receber recursos da segunda fase do PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento) para ações e obras de saneamento básico. Os municípios são Bonito, Cassilândia e Costa Rica.

Bonito teve pré-selecionado um projeto de sistema de esgotamento sanitário no valor de R$ 2,1 milhões. Estão previstas obras de ampliações e melhorias da rede de esgoto da cidade: implantação de tanque de equalização com capacidade para 1500 m³, destinado a represar água de fortes chuvas; ampliação do sistema de floco decantação, filtração e leitos de secagem de lodo da ETE (Estação de Tratamento de Esgoto); e urbanização (pavimentação e outros serviços) da ETE, incluindo a melhoria de vias de acesso para cargas e descarga de produtos químicos e equipamentos.

Cassilândia deve receber quase R$ 5 milhões para obras de ampliação e reforma do sistema de abastecimento de água. Serão implantados três poços para captação (nas ruas São João, Edilse Rosa Souza – próximo à Av. Barbosa Dias – e Salvina M. de Jesus – na esquina com a Rua Domingos S. Coelho), quatro adutoras, um reservatório elevado (no Centro de Reservação, na saída para Chapadão do Sul) e uma unidade de tratamento para simples desinfecção. Além disso, estão previstas 285 ligações domiciliares com hidrômetros.

Já o município de Costa Rica, assim como Bonito, teve pré-selecionado um projeto de sistema de esgotamento sanitário. A proposta cadastrada prevê a construção de uma nova Estação de Tratamento de Esgoto, tendo em vista que a atual ETE está sobrecarregada. O valor do investimento será de R$ 3,4 milhões.

Diana Christie com assessoria