15 de junho de 2021
Campo Grande 28º 15º

Vereador acredita que passou da hora de Olarte admitir que precisa de ajuda

A- A+

Diante dos recentes acontecimento que denotam a fragilidade de administração municipal, não só a população de Campo Grande, mas também os vereadores da Capital, começam a questionar se o prefeito Gilmar Olarte terá condições de concluir seu mandato.

Semana passada, o peemedebista Vanderlei Cabeludo deixou claro que, para ele, se Olarte não consegue resolver os problemas da cidade "que jogue a toalha". Hoje, o vereador Chiquinho Telles, do PSD, que assim como Cabeludo ainda são da base do prefeito, admitiu que a população não consegue mais confiar nas palavras do prefeito.

Para Chiquinho, Olarte precisa agir com rapidez a pedir ajuda, da Câmara, do Estado. "Existem coisas que estão acontecendo que a população não entende e não aceita, nem nós vereadores não aceitamos. Economizar na saúde, na educação, isso não é economia, é prejudicar vidas. O prefeito sempre teve toda ajuda da Câmara, mas parece, não sei por que, que ele não consegue ouvir. Se ele nos ouvisse faria um excelente mandato", diz Chiquinho.

?O vereador ressalta que o Legislativo desde que Olarte assumiu tem trabalhado para garantir a governabilidade ao prefeito, citando, inclusive aprovação de projetos polêmicos como do Prodes (Programa de Desenvolvimento Econômico e Social). "Até esses projetos do Prodes temos aprovado sob prerrogativa de geração de emprego, mas não estamos vendo retorno, e acredito que está na hora da Câmara agir, dentro daquilo que cabe ao Legislativo, de forma mais efetiva, pois infelizmente quem tem que agir é o Executivo".

Surfar na crise

Chiquinho também criticou o fato de o prefeito usar as condições financeiras para justificar os cortes em áreas fundamentais como saúde e educação enquanto mantém um alto número de comissionados. "Eu acho que a administração, as finanças estão plantando uma crise, uma desgraça para surfar nessa onda e justificar esses cortes. Será que esses cortes justamente em saúde e educação são mesmos necessários?", questiona Chiquinho. 

Hoje, às 16h o prefeito irá conceder entrevista coletiva à imprensa para tratar dos recentes problemas da sua administração.