01 de maro de 2021
Campo Grande 33º 21º

Para vereador, contratação de empresas de tapa-buraco pode ser de 'extrema gravidade'

O vereador Alex do PT disse nesta quarta-feira (11) que a contratação de empresas denunciadas por participação de suposto esquema de superfaturamento e desvio de recursos públicos com serviços tapa-buracos em Campo Grande precisa ser analisada com cuidado. Na avaliação do parlamentar o fato envolve “aspecto político e jurídico”. “Isso precisa ser checado. Saber do MPE [Ministério Público Estadual] se por essas empresas estarem envolvidas em irregularidades se têm idoneidade para efetuarem os serviços. Para Bernal isso pode significar situação de extrema gravidade”, disse.

O prefeito Alcides Bernal (PP) contratou seis empresas, entre elas Selco Engenharia, e Gradual Engenharia, ligadas ao empresário Abimael Lossavero e ao ex-secretário de obras de Campo Grande, João Antonio de Marco, alvos de diversas denúncias de irregularidades, para executar serviços de "tapa-buraco" no município. Os contratos com seis empreiteiras somam R$ 6 milhões.

Uma das empresas, a Diferencial Construções e Serviços, contratada por Bernal, é de Acir Magalhães, que é cunhado de Liliana Scaff, esposa de João Antonio de Marco. A Diferencial é uma das empresas que foi alvo da Operação Lama Asfáltica. "A gente tem de saber se os contratos foram feitos de forma emergencial, ou ainda, se são contratos antigos. Agora se Bernal só tiver essa saída para resolver a situação dos buracos no município não podemos impedir que ele as contrate”, observa.