25 de janeiro de 2021
Campo Grande 29º 21º

Vereador questiona valores e funções do transporte público

O vereador Eduardo Romero (PT do B) apresentou um projeto para que as funções e os valores do transporte público de Campo Grande sejam revistas. O vereador questiona alguns pontos em relação a redução da tarifa do passe.

Conforme a medida provisória taxada pelo governo federal nº 617, determinou que a tarifa do PIS/Confins seria de 3,6%, porém, o desconto dado pela Capital foi de R$ 0,10. Romero questinou se a redução do ISSQN foi de 5% e gerou a redução do preço da passagem R$0,05, porque a redução de 3,6% resultou em R$0,10 e a de 5% gerou uma redução menor. Eduardo já recorreu e pediu explicações aos órgãos específicos, porém, até o momento não obteve respostas.

A segunda questão é em relação a última declaração dada pelo prefeito de Campo Grande Alcides Bernal (PP) que  pretende usaro recurso de R$ 8,6 milhões que seriam destinados para a manutenção das estradas vicinais da Capital, que ligam o centro urbano ao centro rural. A alegação do vereador é que a população dessas áreas rurais são mais carentes e precisam de estradas transitáveis, já que é através delas que há o escoamento de seus produtos oriundos da agricultura familiar para a venda na cidade.

De acordo com o perlamentar, as secretarias de doverno e relações institucionais teria a verba de R$ 8 milhões para serem utilizados em eventos promovidos pela secretaria, e que uma das idéias seria usar esse valor “menos importante”, ou então, utilizar parte do recurso da operação tapa buracos para manter o valor das passagens.

O projeto está passando pela comissão jurídica da Câmara e em 15 dias poderá ir para a votação.

Tayná Biazus e Heloísa Lazarini