16 de maio de 2022
Campo Grande 21º 13º

ACHADO DE CORPO | CAMPO GRANDE (MS)

Perita da Polícia Civil, Viviane é achada morta no quarto de motel em Campo Grande

Servidora era Perito Papiloscopista em Corumbá (MS)

A- A+

Viviane Jesus de Souza, de 35 anos, foi encontrada morta às 8h30 desta segunda-feira (24.jan.22) em um quarto do motel e pousada Pacari, na Rua Paulo Tognini, no Jardim Paulista, em Campo Grande (MS). Viviane era Perita da Polícia Civil e trabalhava em Corumbá (MS).

Segundo o boletim de ocorrência, Viviane foi encontrada sem vida em um dos quartos. Ela estava sozinha. Ao lado do corpo estava a arma da servidora. A arma foi apreendida pela Polícia Civil.  

O Delegado de Polícia Nilson Friedrich esteve no local, onde uma testemunha disse que Viviane chegou ao motel às 17h07min do dia 22/01/2022.

Logo depois, segundo a testemunha, Viviane deixou o motel dizendo que iria levar uma “caixa ao trabalho”, mas que logo retornaria, por isso queria deixar o quarto pago. Assim, ela acertou a pernoite e uma hora depois retornou entrando no local desacompanhada. 

Porém, no mesmo sábado (22.jan.) por volta das 22h um homem em uma motocicleta pediu para entrar no local e a entrada foi permitida por Viviane. O homem foi embora às 09h30min do dia seguinte, onde, novamente fora solicitada a autorização de sua saída e a vítima prontamente deu a autorização. Conforme a testemunha, esse foi o último contato com Viviane.

Viviane assumiu o concurso em 01/05/2017 e seguiria até 30/04/2022. Ela possuía graduação pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (2008) e especialização em Gestão em Segurança Pública pela Unilins (2013). Atualmente era Perito Papiloscopista da Polícia Civil - MS. Tem experiência na área de Direito.

O caso foi registrado na 4ª Delegacia de Polícia Civil de Campo Grande (4ª-DP) como morte a esclarecer. 

SERVIDORES

Na última semana, outros dois servidores da Segurança Pública de Mato Grosso do Sul e de Campo Grande foram encontrados mortos em Campo Grande.

Neiton de Assis Alves Paiva, de 38 anos, ex-guarda municipal, foi encontrado morto em casa.

O 1º tenente Edison Henrique Yamamoto Thomaz, de 31 anos, da Polícia Militar, foi encontrado no quarto de um hotel no Centro, na Avenida Calógeras. Mostramos esse caso aqui no MS Notícias