POSSE DE MAIS CONCURSADOS

MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MS

domingo, 21 de julho de 2019

'HORA RUIM'

Filho da deputada Flordelis é preso após enterro do pai

O governador do Rio, Wilson Witzel, disse que há suspeita de crime familiar. Filho preso tinha mandado de prisão expedido por violência doméstica

Por: Emerson Voltare, VEJA17/06/2019 às 15:35
ComentarCompartilhar
Enterro do pastor Anderson do Carmo de Souza, em São Gonçalo, na região metropolitana do RioEnterro do pastor Anderson do Carmo de Souza, em São Gonçalo, na região metropolitana do RioFoto: Jose Lucena/Futura Press/Folhapress

Um dos filhos da deputada federal Flordelis (PSD-RJ) foi preso na manhã desta segunda-feira, 17, logo após o enterro do pai, o pastor Anderson do Carmo, em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio.

Depois do sepultamento, o carro em que estavam Flordelis e um de seus filhos foi abordado por agentes da Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG). Ele tinha um mandado de prisão expedido por violência doméstica.

O governador do Rio, Wilson Witzel (PSC), disse “que há suspeita sobre um dos filhos adotados”. “Não sei se formalmente ou informalmente teria praticado o crime. Agora está nessa linha de investigação. Entendemos que é um fato lamentável, e espero que tudo seja rapidamente esclarecido. Vamos acompanhar a investigação.”

Anderson Carmo, 42 anos, marido da deputada, foi morto na madrugada de domingo, 16, atingido por 15 tiros na garagem de casa, em Pendotiba, Niterói. Os cachorros que guardavam a casa estavam dopados no momento do crime, disse a polícia. Os homens que invadiram a casa não levaram nada.

Carmo e a mulher voltavam de um evento de confraternização e teriam sido seguidos até em casa. Segundo a deputada contou à polícia, depois que chegaram na residência, o marido voltou à garagem porque teria esquecido algo dentro do carro. A família ouviu o som dos disparos e desceu correndo. O pastor chegou a ser levado para o Hospital Niterói D’Or, mas não resistiu aos ferimentos. 

As primeiras informações indicam que três homens encapuzados teriam feito os disparos. A polícia investiga a hipótese de execução por conta de uma briga familiar em razão de uma dívida, mas nenhuma hipótese foi descartada. 

Imagens de câmeras de segurança da rua já foram requisitadas e estão sendo analisadas para a obtenção de pistas.

O casal tinha 55 filhos, a maioria adotivos, e, com eles, fundou a Comunidade Evangélica Ministério Flordelis, no bairro do Rocha na zona norte do Rio. A deputada também é cantora gospel e o marido assassinado era secretário-geral do PSD do Rio.

Deixe seu Comentário

TV MS

11 de julho de 2019
Fábio Trad fala sobre indenização a Zeca e alerta MP-MS

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MSRua Rodolfo Andrade Pinho, 634
CEP 79090.050 - Vila Taveirópolis
Campo Grande/MS
 (67) 99150.1270
Editorias
Institucional
Mídias Sociais
© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma