REVIVA PMCG COMPET

MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MS

ASSEMBLEIA CONQUISTAS
tera, 10 de dezembro de 2019

GOVERNO

Murilo Zauith cumpre seu papel e governa sem sobressaltos

Nas curtas férias de Azambuja, agenda do vice preserva dinâmica estratégica de gestão

Por: Edson Moraes12/08/2019 às 12:32
ComentarCompartilhar
Foto: Edson Moraes

A interinidade de três semanas na titularidade do governo de Mato Grosso do Sul não faz de Murilo Zauith (DEM) um vice amarrado por limitações tradicionais que reduzem o cargo a papéis encolhidos no cumprimento de uma formalidade institucional. Com os 20 dias de férias de Reinaldo Azambuja (PSDB), titular da chefia do Executivo, Zauith assumiu seu lugar com discrição e simplicidade, porém fiel à dinâmica da estratégica de gestão imprimida pelo governador.

Até o retorno de Azambuja à Governadoria, o disciplinado Zauith estará atendendo uma bateria de responsabilidades locais e nacionais que exigem a presença do Estado. Entre estas ocupações consta a exaustiva sequência de contatos com parlamentares e agentes governamentais do Planalto, em Brasília, esta semana. A sua missão é manter vivas e avançar tratativas lideradas por Azambuja nas áreas sociais e de infraestrutura. Afirma que a pauta destaca demandas estratégicas de Mato Grosso do Sul, como a questão da malha ferroviária e os investimentos em obras do Programa “Minha Casa Minha Vida”. 

 Sem qualquer rasgo exibicionista, esquivou-se da necessidade de assentar-se à mesa principal da Governadoria para continuar despachando no gabinete que ocupa como secretário de Infraestrutura. Foi lá que na semana passada Zauith comandou a reunião com técnicos do Centro de Pesquisas e Reabilitação da Ictiofauna Pantaneira (Aquário do Pantanal), tratando e investimentos cujos processos licitatórios serão iniciados em setembro e a aceleração do projeto de conclusão do Aquário do Pantanal.

Já está decidido que a primeira parte desse projeto será finalizar a cobertura metálica e fazer a substituição de 10 placas de vidros da cúpula do Aquário. Com a abertura das licitações serão, enfim, retomadas as obras, que vêm sofrendo diversas interrupções por causa de problemas judiciais, financeiros e de engenharia herdados por Azambuja.

O aquário, no Parque das Nações Indígenas, terá 32 tanques (sendo 24 internos e oito externos) com peixes, répteis e outras espécies ictiofauna pantaneira. O reservatório possui capacidade para mais de 5,4 milhões de litros de água. “O objetivo é fazer do espaço um centro de referência em pesquisas e, para isso, o empreendimento também terá um museu interativo, biblioteca, auditório com capacidade para 250 pessoas, sala de exposição e laboratórios de pesquisa para estudantes, cientistas e pesquisadores”, explica Zauith, a quem Azambuja confiou a execução deste que é o maior e o mais arrojado projeto de arquitetura ambiental no Estado.

Deixe seu Comentário

TV MS

05 de dezembro de 2019
Sete bairros da Capital são beneficiados com entrega de UBS no Alves Pereira 

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MSRua Rodolfo Andrade Pinho, 634
CEP 79090.050 - Vila Taveirópolis
Campo Grande/MS
 (67) 99150.1270
Editorias
Institucional
Mídias Sociais
© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma