MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MS

SEGOV AGILITÁ VÍTIMAS
tera, 22 de outubro de 2019

'CONTINGENCIAMENTO'

União corta mais de R$ 68 milhões à MS, atinge UFMS e até construção de aeroporto

Anulação de verbas prejudica até mesmo reforma da 'Rodoviária velha' em Campo Grande

Por: TERO QUEIROZ12/07/2019 às 11:35
ComentarCompartilhar
Foto: Carolina Antunes/PR

O governo federal, na gestão de Jair Bolsonaro (PSL), assinou cortes de verbas à Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, as obras de construção do Aeroporto de Dourados, cancelou repasse para reformar o Terminal Rodoviário Heitor Eduardo Laburu, a antiga rodoviária e também cortou repasses à infraestrutura de rodovias em MS, o montante de cortes é de sessenta e oito milhões e trezentos e dez mil e seiscentos e cinquenta e nove reais (R$ 68.310.659,00). 

O corte atinge principalmente a UFMS e unidades de ensino coordenadas pela universidade que deixa de receber, seis milhões e cento e oitenta e sete mil e quatrocentos e seis reais (R$ 6.187.406,00). 

Na unidade de Campo Grande, a UFMS atende 247 mil estudantes e já está em regime de cortes desde maio, quando o Ministério da Educação deixou de repassar R$ 29,7. 

A unidade da Universidade Federal de Dourados (UFGD), deixa de receber quatro milhões e setecentos e cinquenta e sete mil e oitocentos e sessenta e dois reais (R$ 4.757.862,00). 

A suspenção dos valores atinge os Institutos Federais de Mato Grosso do Sul, que deixam de receber mais de R$ 807,702 mil, usados apenas para funcionamento básico das unidades. 

Projeto Sul-Fronteira também teve verba derrubada, estava previsto usa os R$ 2,440 milhões para implantação e pavimentação de 227 quilômetros de asfalto entre Sete Quedas e Ponta Porã.

Valores destinados a Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste para compra de equipamentos ao Estado também foram cancelados, cerca de R$ 2,440 milhões. 

Campo Grande perdeu R$ 1,488 milhão, valores da pasta de Desenvolvimento Regional ao programa de apoio à Política Nacional de Desenvolvimento Urbano.

A ‘Rodoviária velha’, continuará como está, já que apenas R$ 145,285 mil que foram aprovados ao terminal, no Diário Oficial da União, com nome oficial, Terminal Rodoviário Heitor Eduardo Laburu, que seriam usados em sua reforma, também foram cortados.

 

Deixe seu Comentário

TV MS

04 de outubro de 2019
"Lutar pela liberdade de Lula é ato de resistência". diz ator Osmar Prado

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MSRua Rodolfo Andrade Pinho, 634
CEP 79090.050 - Vila Taveirópolis
Campo Grande/MS
 (67) 99150.1270
Editorias
Institucional
Mídias Sociais
© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma