24 de junho de 2021
Campo Grande 31º 19º

Economia

iG Carros Podcast: quase 20 modelos saem de linha no Brasil na pandemia

A- A+
source

Sabe quantos carros saíram de linha no Brasil desde que a pandemia começou? Dezesseis, isso sem contar as versões que vários deles perderam. Trata-se da maior debandada já registrada na indústria automotiva . Por mais que o coronavírus e a queda do poder aquisitivo tenham colaborado para o cenário, vários modelos estavam defasados e já não mantinham a mesma competitividade de outrora.

O assunto é tema do novo episódio do iG Carros Podcast , onde falamos sobre o contexto por trás de alguns dos modelos deixarem o Brasil. Ouça abaixo:


O ano de 2020 marcou o fim das vendas do Volkswagen Passat por aqui, encerrando uma trajetória de 46 anos. O Brasil teve sete das oito gerações do sedã alemão que dificilmente voltará ao nosso mercado por conta da demanda crescente por SUVs.

Outro modelo que abandonou o mercado brasileiro pela baixa competitividade é o Nissan March . O compacto japonês feito em Resende (RJ) nunca vendeu tanto quanto seus principais rivais, e a marca decidiu encerrar a produção para focar em segmentos mais lucrativos.

Você viu?

O substituto do March será o Magnite , crossover subcompacto que deve se tornar um dos modelos mais baratos da Nissan no Brasil. Ele será produzido na fábrica da Renault em São José dos Pinhais (PR) e deve chegar ao mercado nacional apenas em 2022.

Com o fechamento das fábricas da Ford no Brasil, a marca descontinuou três modelos ao mesmo tempo: Ka , Ka Sedan e EcoSport . Os dois primeiros se destacavam bastante e tinham boa procura nas concessionárias; já o EcoSport agonizou na luta contra os SUVs compactos mais modernos.

A Fiat tirou dois carros de linha durante a pandemia: a perua Weekend e a picape Strada Hard Working . Ambos estavam extremamente defasados na comparação com o que era oferecido pela própria fabricante nas concessionárias. A perua foi lançada em 1997 e a picape em 1998.

Ainda na linha da Fiat , o Uno pode estar com os dias contados. A fabricante deve encerrar sua produção em Betim (MG) no final de 2021, colocando um fim em sua história de onze anos no mercado brasileiro.

Fonte: IG CARROS