30 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 24º

MEDIDAS - COVID-19

Sanesul suspende cobrança de água de 50 mil pessoas em MS

Medida é adotada para minimizar os impactos econômicos provocados pelo coronavírus

Consumidores de baixa renda da Sanesul serão isentos do pagamento da conta de água pelos próximos três meses (abril, maio e junho). A medida, anunciada pelo governador Reinaldo Azambuja ontem, segunda-feira (23.março), visa amenizar os impactos na vida financeira de aproximadamente 12 mil famílias carentes (50 mil pessoas) afetadas pela quarentena do coronavírus.

A Empresa de Saneamento Básico de Mato Grosso do Sul (SANESUL) suspenderá a cobrança de água tratada para as famílias da classe “D” e “E”, devidamente cadastradas junto a Empresa de Saneamento do Estado de Mato Grosso do Sul .

De acordo o Diretor Comercial e de Operações da Sanesul, Onofre de Assis Souza, “A empresa de saneamento entende que esta população é a mais vunerável  e consequentemente a que será mais atingida pelo quadro econômico que deve se apresentar nos próximos meses”.

As medidas adotadas, vão de encontro com as condutas estabelecidas entre os governos estadual e federal para superar este momento de crise. “Vamos suspender as cobranças das contas de água das classes “D” e “E” que estão cadastradas conosco dentro da tarifa social para os próximos 90 dias. Na prática é ajudar 50 mil  sul-mato-grossenses”, acrescenta o diretor comercial e de operações da Sanesul.

Outra medida adotada pela Sanesul neste período de crise é a revisão de cortes de água.

“Temos de levar em conta o momento que o país está passando. O estado de calamidade pública, os decretos municipais de toque de recolher e, com mais gente em casa, o consumo vai aumentar, o que deve provocar um desequilíbrio econômico dentro dessas famílias. Depois dos 90 dias, passado a crise, vamos estudar uma forma de  cobrar de nossos  contribuintes o que foi consumido. Tudo isso dentro de um cenário que ainda vai se apresentar”,  finaliza o diretor comercial e de operações da Sanesul,  Onofre de Assis Souza.

ENERGIA 

O governador também destacou que acompanha de perto questões relacionadas à cobrança de energia dos sul-mato-grossenses. “Estamos em contato com a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). Amanhã (24) vamos ter uma videoconferência com o presidente Jair Bolsonaro e equipe. A Aneel deve publicar uma resolução a nível Brasil norteando todas as ações de todas as distribuidoras de energia, inclusive a Energisa”, falou.

A expectativa, segundo ele, é que a Aneel suspenda os cortes de energia durante o período da quarentena em todo o País.

GÁS NATURAL 

Também nesta segunda-feira, a diretoria-executiva da MSGás deliberou por interromper por prazo indeterminado as suspensões e cortes de clientes do gás natural, salvo em casos de manutenção. A decisão vale até o retorno da normalidade, anunciado pelas autoridades sanitárias.

MERENDA 

Durante a entrevista, Reinaldo Azambuja ainda falou sobre a merenda de alunos em situação de vulnerabilidade social. “As secretarias de Assistência Social (Sedhast) e Educação (SED) estão normatizando o kit merenda. Vamos disponibilizar para que o aluno não tenha deficiência alimentar. Isto está sendo normatizado, tanto para estudantes como também para famílias em vulnerabilidade em todo o Mato Grosso do Sul”, ressaltou.