28 de setembro de 2020
Campo Grande 34º 24º

Residencial

Délia diz que entrega de casas é o resultado da mobilização e luta dos movimentos sociais

Ao entregar as 200 casas do Conjunto Habitacional Honório Almirão, também conhecido como Residencial Guassu, na manhã desta quinta-feira (19), a prefeita Délia Razuk falou que a mobilização e a luta dos movimentos sociais pela moradia foram responsáveis para a realização de mais este projeto habitacional popular.

“A luta pela conclusão destas casas valeu a pena”, disse a prefeita, que ao assumir o mandato, em 2017, trabalhou para a liberação dos recursos e para a conclusão da obra, iniciada em 2012. Délia destacou a paciência das famílias beneficiadas, que souberam esperar os trâmites burocráticos para receberem suas casas.

A prefeita também destacou a união dos governos municipal, estadual e federal para a conclusão da obra, que agora beneficia famílias que viviam em situação de vulnerabilidade social e passam a ter mais dignidade. O conjunto habitacional está situado numa das áreas mais privilegiadas de Dourados, distante poucos minutos da área central da cidade.
A escolha do nome de Honório Almirão para o conjunto habitacional que inicialmente foi nominado de Estrela Guassu, segundo a prefeita, é “uma justa homenagem para um cidadão douradense que participou ativamente da construção da história da cidade”.

Honório Almirão foi um dos fundados da Acid (Associação Comercial e Industrial de Dourados) atual Aced. Ele foi representado na solenidade pela viúva Mari Luci Azambuja Almirão e pelo filho Nelson Almirão.

Nelson fez um discurso emocionado, lembrando as qualidades do pai e as ações que desenvolveu ao longo da vida. “Meu pai era um homem simples, um comerciante que lutou para construir e manter uma família”, disse o filho ao lembrar que Honório, além de comerciante foi gerente da Brahma, membro da Loja Maçônica Antônio João, corretor de imóveis e servidor público municipal.
A OBRA
Foram investidos R$ 27,3 milhões na construção das casas e na infraestrutura da região, que recebeu obras de drenagem, pavimentação asfáltica e urbanização de primeira qualidade. As casas beneficiam famílias em situação de extrema vulnerabilidade em Dourados.

Do total dos investimentos R$ 20,5 milhões foram garantidos pelo governo federal; R$ 4,2 milhões pelo Governo do Estado e R$ 1,6 milhão pela Prefeitura de Dourados, que também fez a doação do terreno. No local já está em funcionamento um Ceim (Centro de Educação Infantil Municipal).
A atual administração também concluiu no local a construção da área de lazer, com centro social, vestuários, campo de futebol suíço, quadra de vôlei de areia, parque infantil e pista de caminhada.

O residencial começou a ser implantado em 2012, porém foi em 2017 que a prefeita Délia Razuk conquistou a retomada da obra, que estava paralisada há anos. A lista das famílias beneficiadas também era remanescente deste período e foi atualizada pela Agehab (Agência Municipal de Habitação e Interesse Social), com base no cadastro de famílias em situação de vulnerabilidade social.
EMOÇÃO
Falando em nome dos beneficiados com as novas moradias, Sebastião Recalde fez questão de agradecer à prefeita Délia Razuk pela conclusão e entrega das casas. “Esperei cinco anos, morei em barraco de lona, paguei aluguel (…); a dona Délia prometeu e cumpriu. Muito obrigado!”, falou emocionado o morador.

Líder da Comunidade Vitória, que foi morador durante a invasão da área e agora está regularizado, Fabiano Cabral também agradeceu ao ex-prefeito e agora vice-governador Murilo e destacou o esforço da prefeita Délia Razuk para concluir e entregar as 200 moradias para as famílias contempladas. “Agora é ano novo e casa nova”, comemorou.

Estavam presentes na solenidade o vice-governador Murilo Zauith, o superintendente estadual da Caixa Economia Federal Evandro Narciso de Lima, a presidente da Agehab-MS, Maria do Carmo Avezani; o presidente da Agehab de Dourados Carlos Augusto Pimentel; o presidente da Câmara Alan Guedes, entre outras autoridades municipais.