07 de agosto de 2020
São Paulo 39º 24º
RESPEITO À VIDA RAMAL ASSEMBLEIA

Cardeal conta que João Paulo II pensou em renunciar

Uol

slide2

O cardeal polonês Stanislaw Dziwisz, arcebispo de Cracóvia e secretário do papa João Paulo II, revelou que Karol Wojtyla cogitou renunciar ao seu pontificado quando completou 80 anos.

"Ele pensou sobre isso profundamente, perguntando-se se o Papa não deveria deixar o cargo ao completar 80 anos", afirmou ele, que está lançando na Itália o livro "Vivi com um santo", sobre sua relação com o ex-Pontífice.

Segundo Dziwisz, João Paulo II chegou a examinar textos deixados pelo papa Paulo VI e consultar os seus mais próximos colaboradores, incluindo o então cardeal Joseph Ratzinger, que o sucederia no comando da Igreja Católica. "Ele também estabeleceu um procedimento para a sua renúncia, caso não estivesse mais em condições de desempenhar seu ministério. Contudo, no final, como sempre fez na sua vida, Karol Wojtyla se submeteu à vontade de Deus: ficaria enquanto ele o quisesse", acrescentou o arcebispo de Cracóvia.