04 de dezembro de 2020
Campo Grande 33º 24º

Governador de Sergipe, Marcelo Déda, morre em São Paulo

O governador licenciado de Sergipe, Marcelo Déda (PT), morreu na madrugada desta segunda-feira. Ele estava internado no Hospital Sírio-Libanês, que informou sua morte às 4h45. Déda tinha 53 anos. Um câncer em seu estômago foi diagnosticado em 2012. Desde maio deste ano, ele estava internado para tratamento.

A família postou uma mensagem no Twitter do governador: "O céu acaba de ganhar mais uma estrela. Marcelo Déda voou 'nas asas da quimera'. Paz e bem". Segundo a assessoria do hospital, ainda não há informações sobre o velório ou enterro do político. Ele estava em seu segundo mandato como governador de Sergipe.

Déda afastou-se do cargo de governador em 27 de maio deste ano em razão do tratamento médico e foi substituído pelo vice, Jackson Barreto. No início da noite de sábado, 1º, o hospital informou a "piora progressiva" do quadro clínico do governador. O corpo do governador será velado no Palácio-Museu Olímpio Campos. Déda deixa cinco filhos e a mulher Eliane Aquino, secretária de Inclusão Social.

O governador foi um dos fundadores do PT e eleito pela primeira vez a deputado estadual, em 1986. Em 1994, ocupou uma cadeira na Câmara dos Deputados e foi reeleito em 1998. Dois anos depois, tornou-se prefeito de Aracaju, cargo que ocupou até 2006, quando renunciou para disputar o governo do Estado.

Agência Estado