23 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 20º

CORONAVÍRUS

Homem que disse que vírus era uma 'jogada política' é o 1° a morrer em sua cidade

Família aproveitou obituário para passar uma mensagem diferente, pedindo às pessoas para se manterem afastadas

John W. McDaniel, natural de Ohio, nos EUA, disse recentemente que o Covid-19 era uma "jogada política" e considerou que as medidas de isolamento social eram uma "farsa". No entanto, o homem de 60 anos morreu vítima desta doença.

John morreu na última quarta-feira, exatamente um mês depois de ter escrito uma série de mensagens no Facebook sobre o Covid-19 e onde se mostrava extremamente desagradado com as proporções alarmantes que este vírus estava tomando, noticia o New York Post.

No dia 13 de março, o norte-americano perguntava se mais ninguém "tinha coragem para admitir que o Covid-19 era uma "jogada política", e dois dias depois considerou que era uma estupidez a medida imposta pelo governador de Ohio, Mike DeWine, que fechou restaurantes e bares e aconselhou as pessoas a ficar em casa.

"Ele não tem autoridade para isso. Se estão ficando paranóicos com medo de ficar doentes não saiam de casa. Isso não devia impedir os outros de continuarem a viver as suas vidas", escreveu.

Entretanto, o obituário do homem confirma que ele morreu de complicações de saúde causadas pelo Covid-19. De acordo com o Marion Star, o homem foi a primeira vítima mortal do Covid-19 em Marion County.

Em contraste com as publicações que fez nas redes sociais, e que terão sido mais tarde eliminadas, a sua família decidiu aproveitar o obituário para apelar às pessoas para que "continuem praticando o distanciamento social para que cada um se mantenha seguro".

Fonte: Notícias ao Minuto Brasil.