26 de novembro de 2020
Campo Grande 34º 23º

PERIGO

Macarrão congelado intoxica e mata nove pessoas de uma mesma família

Crianças se recusaram a comer devido ao 'gosto ruim'

Nove pessoas de uma mesma família morreram após ingerirem macarrão instantâneo congelado. Segundo as autoridades policiais, a massa foi mantida no congelador por período superior a um ano e por conter farinha de milho fermentada, causou o envenenamento da família devido a presença de ácido bongcréquico.

O caso que ocorreu na província de Heilongjiang, no nordeste da China, teve repercussão mundial após sete pessoas morrerem no mesmo dia em que consumiram a refeição, no último 5.out.2020. Dois dias depois, a oitava vítima morreu.

Segundo o site Notícias ao Minuto, a mãe da família faleceu nesta 2ª-feira (18.out.2020) e três crianças sobreviveram por recusar comer o alimento que segundo elas, tinha um sabor estranho.

Segundo o diretor de segurança alimentar do Centro de Controle e Prevenção de Doenças de Heilongjiang, Gao Fei, o envenenamento por ácido bongcréquico pode causar sérios danos a diversos órgãos, incluindo fígado, rins, coração e cérebro, com taxa de mortalidade que varia de 40% a 100%.